"Dói-me tanto saber que nunca mais irás voltar..."

Por vezes dói demais... esta saudade que sinto. 
Por mais tempo que possa passar...
A falta que sinto de ti torna-se maior.
Longe vão os dias em que o teu sorriso perdia-se no meu olhar,
Em que nos abraçávamos, em que nos beijávamos,
Em que cuidávamos um do outro
(sem que o tempo nos roubasse mais tempo do que aquele em que éramos felizes).
Por vezes, com a noite, tudo dói mais,
A falta que me causas escorre-me pelo rosto, 
E a solidão torna-se a minha melhor companhia.
E tu nem sabes o quão custa saber que nunca mais irás voltar,
Que nunca mais colocarás as chaves na porta e entrarás em casa.
As divisões tornam-se tão frias...
Tão frias como o meu coração.
E quando me levando, e tento fazer a minha vida,
Encontro-te nas fotografias que estão espalhadas pela sala,
Na esperança de que a tua presença...
Seja mais real do que qualquer outra coisa que agora nem sinto.
E eu minto...
Minto sempre a tudo e a todos ao dizer que continuo a viver,
Mas eu não vivo!
Eu apenas... sobrevivo!
Na esperança de que no dia em que eu morrer...

Te possa encontrar num lugar em que possamos retomar a nossa história.
Em que possamos ser de novo... um sorriso. Um encontro. 
Uma eternidade. 

Resultado de imagem para sofrer tumblr

Comentários

  1. Sempre muito lindo e verdadeiro tudo o que você escreve André Sousa !!

    ResponderEliminar
  2. ...as saudades são sempre sem tamanho e cada vez doem mais.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

"Nunca desistas de ti!"

"E tudo o que eu pedia... era que voltasses..."