"Dói-me o coração..."

Dói-me o coração... 
Enquanto me deito nesta cama,
No silêncio da noite em que morro por dentro,
Vivo o arrependimentos... de ter perdido tudo o que me fazia feliz.
A saudade é maior do que eu,
Maior de que qualquer recordação que me tente reanimar e devolver à vida.
Despeço-me de cada lágrima perdida,
E peço para que o destino se lembre de mim... um dia, talvez.
Conto até três... e desisto de tudo.
Por fim... sinto que me dói o corpo,
A pele que já foi amada, nesta cama que agora não é mais nada,
A não ser a solidão que engulo de um só vez..
A ausência de ti causa-me isto...
Perco-me no meio das memórias, das histórias que se apagam,
Nestas noites que amargam, que me rasgam por dentro.
Se tu ao menos soubesses o quanto me dói o coração...
Poderias voltar e tentar curá-lo,
Porque ele agora só sabe morrer aos poucos,

Assim como os meus sonhos... morrem em mim...

Imagem relacionada

Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

"E tudo o que eu pedia... era que voltasses..."

"Amo-te para além do teu corpo."

"Amores que não se apagam"