Por mais que os dias passem... esta saudade não sai de mim...

Por mais que os dias passem... esta saudade não sai de mim...
Procuro-te no silêncio desta noite fria que me abraça, na solidão que sinto neste meu peito magoado pelo amor que em mim morreu.
Sigo na luz de tudo aquilo que um dia esqueci para trás.
No passado vivem as memórias de dias felizes que me despedi no dia em que partiste do meu coração.
Contigo foram os sonhos que viviam nas nossas mãos,
Que habitavam nos momentos em que o desejo era maior do que nós,
Nas promessas que me fizeste e que eu acreditei - fingindo que acreditava nas tuas mentiras.
Enquanto estava a teu lado nada mais importava,
As horas passavam e as minhas ilusões invadiam-me o peito de uma liberdade que ainda hoje não consigo explicar.
Tantas vezes despi-me para ti, na certeza de que me amavas com toda a intensidade que eu sempre te amei.
E neguei, neguei mesmo quando os meus olhos viam a tua indiferença e a tua distância.
Mentia que me amavas, sem tu nem sequer cuidares de mim. 
Nunca me olhaste com olhos de ver mas... mais triste do que tudo isto... é que nunca me soubeste sentir.
Por isso...
Por mais que os dias passem... esta saudade não passa,
Porque um dia entreguei todo o meu amor, a quem nunca o soube cuidar. 
A quem... nunca me soube amar. 

Resultado de imagem para HOMEM A SOFRER TUMBLR

Comentários