"Vivo-te dentro de mim..."

Vivo-te dentro de mim, dentro deste meu peito que procura os teus lábios,
Na certeza de que somos maiores que o beijo, de que somos a eternidade de um sentimento.
As minhas mãos procuram as tuas, na noite que cai fria, no desassossego de te ter,
Nos meus braços que te abraçam, junto a esta pele que se completa: ao tocar na tua.
Vê se vens rápido!
A saudade aqui é forte, tão forte que é capaz de me levar ao sonho,
Àquele em que nos damos, em que nos entregamos na certeza de que somos imperfeitos.
Quero pertencer-te, ser teu por completo,
Nas horas em que o desejo pede por nós, em que a cama fria procura o calor do prazer,
Da sede de ter… um momento capaz de nos tirar a respiração.
Vivo-te dentro de mim, nas memórias que guardamos e nas imagens que perduram,
Muito para além da memória, para além da história que habita esta nossa vida,
Estes nossos dias, estas nossas certezas: tão nossas.
Hoje… só quero mesmo abraçar-te, chegar a casa e esquecer tudo, largar o Mundo,
Para agarrar-te junto a mim.
Por um momento.
Por uma vida inteira.


Comentários