"Vem e agarra-me de vez!"

Vem e agarra-me de vez! 
Quero sentir-te bem perto de mim, nos meus braços, na minha pele,
Viver esta vida a teu lado, num sonho que sonho acordado, numa promessa de viver um amor maior que o medo. 
Vem agora... 
Envolve-te no meu olhar e faz-me perder nos teus lábios, 
Na certeza de que este nosso amor é imortal, que se marca no corpo, que perdura para lá de um tempo que parece tão pouco... para darmos tudo o que temos: em nós.
Vem agora!
Abre a porta desta casa e enche-me de vida, acaba com a saudade que ficou na despedida,
Daquele instante em que tiveste de sair, em que tiveste de ir - 
Dizendo que voltavas no dia seguinte.
Vem neste momento, acaba com a espera e ama-me: tal como eu te amo,
Tal como tu és, com tudo o que me dás - e eu guardo dentro deste meu peito que bate por ti.
Vem... para nunca conhecermos um fim,
Para sermos sempre um começo, um motivo para sorrirmos, um beijo para repartirmos,
Um oceano de desejo que se sacia numa noite de paixão.
Se queres vir... então vem para sempre, 
Porque aqui tu encontras um homem que é teu por inteiro, alguém que não ama por metades, um amante que só quer... 
Que sejas feliz: a seu lado.






Comentários