"Destino..."

Sei que foi o destino, que foi nesse caminho que nos cruzamos os dois,
No dia em que nos demos, em que entregámos o coração,
Sem medo de falharmos, sem receio de errarmos - foi nesse instante que soube o que era amar.
Em cada palavra descobri o que era sentir, nos abraços apertados e...
Naquelas despedidas que pareciam durar uma eternidade.
Nós já fomos saudade, uma saudade maior que tudo, maior que o Mundo,
Aquela que nos fez lutar, ficar ancorados a um mesmo caminho,
A um sonho que parecia tão pequeno e que... cresceu em tudo aquilo que somos.
E batalhamos, lutamos que nem uns loucos, para guardarmos aqueles segundos tão poucos,
Para esgotarmos toda a falta de tínhamos um do outro.
E eu sei, eu sei que por mais que vivamos, tudo será tão rápido,
Tudo será tão repentino - para que possamos dar e viver o que habita no nosso coração.
Sei que foi o destino...
Ou então algo que nos agarrou, que nos juntou e nos cruzou,
Para nos fazer esquecer o passado, curar as feridas de tantos caminhos errados,
E tudo encontrou o seu rumo. Nos braços que nos unem,
Nos abraços que nos abraçam,
Nos beijos que não passam... de juras de um amor eterno.


Comentários

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

"E tudo o que eu pedia... era que voltasses..."

"Amo-te para além do teu corpo."

"Nunca desistas de ti!"