"Nós os dois somos... amor"

Somos muito mais do que dois corpos, do que dois corações que batem, 
No peito de quem ama - como amamos, no peito de quem vive como vivemos.
Somos o momento, aquele "talvez" que surge algumas vezes,
O falhar e o perdoar, o ficar e o partir. Nós somos... a imperfeição.
Somos muito mais que paixão, que a nudez de um acto de tesão,
Do que a devoção da pele. A mordida dos lábios. Os beijos insanos.
Somos a ternura de um abraço, o choro protegido pelo cuidado,
As promessas que não são feitas, as juras que nãos são juradas,
Aquelas estradas... que só nós percorremos.
Somos o desassossego, o segredo bem guardado, a casa cheia de calor,
Uma cama desfeita. Uma vida feita. Um destino enlaçado.
Somos muito mais do que um passado. Somos o presente dos nossos dias,
As noites frias em que nos abrigamos um no outro,
Somos um caminho torto - porque os direitos não vivem de aventura.
Somos muito mais que a loucura. Somos os risos descontrolados, 
Os momentos bem passados - aninhados numa memória que não se esquece.
Somos quem fica. Quem não desiste à primeira tentativa,
Quem erra. Quem desespera. Quem procura sempre uma solução.
Somos a carne o coração, a alma e a tentação - aquela tão boa de cometer,
Tão boa de viver.
Nós os dois somos... amor. 




Comentários