"Não me digas que agora é tarde..."

Não me digas que não vais ficar... ao meu lado,
Enfrentar qualquer perigo, viver a verdade deste nosso sentimento.
Não me digas que não tens tempo... para cuidar,
Para agarrares o meu corpo e te abraçares no meu abraço.
Na noite que cai fria, nesta nossa feliz fantasia.
Não digas que não vais ficar... no meu peito,
Neste coração que bate por ti, neste homem errante que te ama,
Neste meu presente que partilho contigo (só contigo).
Não me digas ter receio do desconhecido... se eu estou a teu lado,
Muito para além dos dias que passam a correr,
Das horas que se esgotam sem a gente querer.
Não me digas que vais... se queres ficar.
Não me digas que tens medo de falhar, se ambos falhamos juntos,
Se desculpamos e deixamos o arrependimento para depois,
Se somos loucos, loucos um pelo outro.
Não me digas que não vais permanecer... aqui,
Nesta casa em que o sentimento é mais forte do que qualquer barreira,
Em que rompemos fronteiras, em que acabamos com a saudade.
Não me digas que agora é tarde...
Porque tarde é uma desculpa de quem não sabe amar.




Comentários

Enviar um comentário