"2015"

Foi mais um ano. Tantas partidas e tantas chegadas, palavras caladas e gritos de paixão.
Foram memórias que guardo, histórias que se enlaçaram, lágrimas que se soltaram,
Foram mãos cheias de sonhos... por viver. 
Foi, assim, mais um ano. Um tempo em que o tempo pareceu tão pouco,
Em que fui louco, em que fiquei, em que amei, em que jurei.
Jurei amar por entre as palavras, os poemas que escrevi, o livro que te ofereci.
Foram despedidas que mais pareciam golpes de morte, foram as saudades que ficavam,
As promessas de tudo mudar. Foi o mar... aquele em que nos amamos no Verão.
Foi um ano de descobertas, de portas abertas, de risos descontrolados.
Foram amizades, paisagens que jamais esquecerei, a verdade que te dei,
Em cada abraço apertado que juntou os nossos corpos: em desejo.
Foi mais um ano, um ano de luta, um ano em que o medo foi vencido,
Em que nada foi proibido, a não ser a infelicidade (que largamos no passado).
Foi tudo encerrado, o temor de perder, a ânsia de ter, a fome de saber.
Foi um ano em que cresci, em que despi as roupas passadas, em que te dei o que merecias,
Em que fomos o que pedias, o que me sussurravas no silêncio da noite.
Foi um ano em que a luz de Natal iluminou rostos, em que as ruas cheiravam a chuva,
Em que a liberdade se escrevia nas paredes, em que fomos dois aventureiros.
E tanto ainda ficou por viver... mesmo vivendo tanto.
Agora o ano vai, e com ele vão das melhores memórias da minha vida,
Das conquistas, das derrotas, das reviravoltas, das nossas linhas tortas.
Aprendi que a imperfeição é que dá valor a qualquer coisa, a qualquer pessoa,
Que somos bem mais do que aquilo que vemos,
Que somos bem mais do que aquilo que temos. 
Foi mais um ano, um ano que vai passar, mas que tanto aqui deixa,
Mas que tanto me fez ser quem sou, que tanto me fez amar-te - como te amo.


Comentários

  1. Parabéns André!

    Foi um ano com poemas lindos.
    Que o ano 2016 seja rico em surpresas diárias.

    Seja feliz.
    Abraço
    Luísa

    ResponderEliminar

Enviar um comentário