"Somos o tempo."

Somos o tempo. O tempo que faz esperar, que nos pede para ficar,
O tempo que nos mostra a razão, que enlaça os nossos corpos na combustão,
Na certeza de que somos paixão. Muito mais... que um final.
Somos o momento. O momento que saboreamos em beijos que osculamos,
Em promessas de darmos tudo o que temos, de nos perdermos um no outro,
Em cada acto louco, em cada loucura que cometemos... juntos.
Somos a hora. A hora que não demora e que cria em nós... história,
A verdade de tudo o que vive no nosso peito, de tudo o que é calado,
Num olhar cruzado... Numa confissão... de amor.
Somos o segundo. O segundo em que perdemos a respiração,
Em que somos a tesão, o desejo, a vontade de morder os lábios e de marcar a pele,
Em cada palavra sussurrada, sentida e usada,
Pelas nossas vontades mais acesas, pelos nossos rios de amor.
Somos, então, esse tempo. Esse tempo que não se esgota, que não morre,
Que vive no nosso peito. No nosso sangue. Na nossa alma!
Somos esta sala, esta em que te deitas sobre mim, em que choras, em que sorris,
Em que me dás tudo o que preciso. E onde eu sou teu,
Sem tempo. Sem momentos. Sem horas e sem segundos.
Em que sou teu... sempre!



Comentários

  1. Texto, maravilhoso! Ameiiiii
    O vídeo tbm é tudo de bom!
    Parabéns André!
    Bjo na alma

    ResponderEliminar
  2. André, nem sei o que dizer
    mais. ..você escreve como ninguém.

    Adoro lê-lo.
    Obrigada
    Abraço l
    Luísa

    ResponderEliminar
  3. LINDOOOO DE +++++ AMEIIII! PARABÉNS!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário