"Só ao sentir-te é que me sinto...vivo!"

Sinto-te nas minhas mãos... naquelas que são tuas, 
Nas mãos que te abraçam, nas saudades que não passam, 
Num rio de desejo que me faz tremer o corpo,
Que me leva a este sentimento louco... a uma só paixão.
Sinto-te na minha pele.... na boca que guarda o teu sabor,
Na distância que afasta os nossos corações,
Que nos leva para pólos opostos deste mundo,
Mas eu sei que sou teu... muito para além do lugar em que estou.
Sinto-te na minha cama... na noite que cai fria,
Em que procuro por ti, em que procuro pela tua pele,
Para beijar-te num sonho tão real,
Como aquele em que me entrego a ti...
A nós.
Sinto-te na minha vida... neste meu peito,
Que bate por cada pedaço de amor,
Pela história que guardo em cada segundo vivido,
Em cada momento dividido. No meu e no teu... destino.
Sinto-te no meu sangue... no sangue que me dá vida,
Esta vida que aprendi a viver:a teu lado,
Sem medo do certo e do errado,
Nesta em que somos só nós... nós e o nosso amor.
Sinto-te nas minhas mãos... nesta vontade que tenho de amar,
De ser mais do que aquilo que sou,
De te dar muito mais do que aquilo que te dou.
Sinto-te sempre em mim, e só ao sentir-te... é que me sinto vivo!



Comentários

  1. Nossa, me identifiquei muito com seu texto!
    Parabéns querido!
    Beijo na alma

    ResponderEliminar

Enviar um comentário