"Quero que saibas que te amo..."

Quero tanto que saibas que te amo... mesmo nas palavras que calo,
Nas noites em que te olho nos olhos e desnudo o teu corpo: em silêncio.
Beijando-o e amando-o - idolatrando tudo aquilo que és.
Quero que saibas que te sinto, que sinto a tua presença mesmo num dia cheio de trabalho,
Nas horas em que me sento para almoçar e em que sinto o cheiro do teu perfume na minha roupa, no instinto de te procurar por uma sala vazia em que sei que não estás.
Quero tanto que saibas... que saibas que te amo,
Nas vezes em que te vou buscar e passeamos sem rumo nem direcção, no momento em que quero viver uma voraz paixão e acabamos por nos amar numa cama repleta de desejo.
Quero que saibas que te amo sempre que te beijo, sempre que me despeço de ti com vontade de ficar, sempre que os dois ficamos calados e abraçados em frente ao mar.
Quero que saibas que te amo... mesmo que não te diga nada.
Quero que sintas que te quero, mesmo quando tenho de sair de casa a horas tardias,
Que te deixe no sofá a sós com as tuas fantasias. Quero tanto que saibas que luto para que possamos ser eternos. Para que possamos ser imortais. Para que possamos ser carnais.
Amo-te e quero tanto, tanto, que este amor seja vivido a cada segundo, que me esqueço do resto do mundo. E mergulho em nós. E vivo tudo o que somos.
Amor... quero tanto que saibas que te amo, que acabo por te amar em cada suspiro sem saber.



Comentários

Enviar um comentário