"Ainda me lembro de como tudo começou..."

Ainda recordo o nosso primeiro beijo... aquele instante em que a nossa respiração se juntou,
Em que juntaste os teus lábios aos meus e em que fomos, finalmente, um só.
Nunca me tivera sentido tão vivo (como naquele momento), como naquela noite em que o céu estrelado beijava o mar, em que estávamos apenas tu e eu e... o nosso coração.
Confesso que me fizeste sentir tão vivo, que foi naquela hora que o meu peito explodiu de sonhos e o meu olhar passou a acreditar num sentimento que passa para além do que se pode tocar.
Sinto ainda hoje o sabor dos teus beijos, o cheiro da tua pele que ficou entranhada na minha, na roupa que vestia - naquela que despiste para me amares tal como eu sempre fui.
Amo-te tanto, amo tanto daquilo que me tornaste, do homem que me mostraste ser e que eu tanto me esquecia... em medos e receios que me abraçavam a um passado que sempre quis largar.
Como um ser tão especial conseguiu mudar tudo o que sentia? Como é que tu conseguiste dar-me um sorriso que, nem eu próprio, me lembrava como era?
Foste e sempre serás um amor para a vida inteira, um acto de loucura que virou o meu destino, que me tornou nisto que não consigo largar por nada - nesta liberdade que conheço: a teu lado.
É tão bom respirar-te. Sentir-te. Ter-te!
Entre os meus braços nestas noites que caem, nestes lençóis em que nos amamos, em que nos perdemos nas juras de nos amarmos para sempre - muito para além da morte que não queremos.
A vida vive em nós. Sim! A vida vive bem nas nossas mãos, nos nossos espasmos de prazer, na nossa vontade de querer... um pouco mais, um tanto mais deste amor que não se esgota, desta paixão que brota - sempre que nos entrelaçamos... um no outro... os dois.
Ainda me lembro de como tudo começou, de como nos entregamos e agora sei,
Agora eu sei que foi por ti que tanto esperei, nos desejos que pedia durante a noite (em silêncio). Esperando que chegasses. E tu chegaste. E ficaste. E eu fiquei. E ficamos juntos.
Até hoje. Até sempre.


Comentários

Enviar um comentário