"Talvez um dia..."

Talvez um dia... quem sabe um dia, tu saberás que eu te amei muito para além de mim.
Que em tantas noites fiquei acordado, revirado numa cama que pedia por ti, que pedia por nós. 
Talvez um dia... talvez em simples sonho.
Talvez seja naquele dia que irás descobrir que me fiz homem ao amar-te de forma desmedida, que te amei com todo o meu coração, com tudo o que tinha dentro do meu peito e que... só em ti encontrava uma razão de ser.
Talvez em alguma hora, em algum segundo em que a nossa respiração se perder,
Passarás a saber que contava os dias para te voltar a ver, que contava cada semana e cada mês em que pedia por ti, em que pedia para que chegasses e abrasasses o meu corpo de vez,
Apenas, para sempre.
Talvez um dia... quem sabe um dia, ficaremos juntos sem termos de conhecer despedidas,
Sem que as lágrimas escorram pelo nosso rosto, sem que a saudade se aproveite da nossa fragilidade.
Quem sabem um dia... um dia fugimos os dois,
Embarcamos rumo ao desconhecido e passarmos a ser, verdadeiramente, livres. Passamos a agarrar cada memória, fazer de cada um delas história e podermos amar sem tempo, sem qualquer momento. 
Amor, talvez um dia... te enlaces nos meus braços: para ficares de vez.



Comentários

  1. Lindooo! Ameiii!
    Amor, talvez um dia...te enlaces nos meus braços: para ficares de vez.
    Parabéns

    ResponderEliminar

Enviar um comentário