Salva-me!

Vem salvar-me...
Fazer de mim o teu amor,
Fazer de nós um futuro tão sonhado,
Num poema ousado,
Repleto de sonhos e fantasias.
Onde deixados de ser utopias,
Em que somos complementaridade,
Um pedaço de carne que sente,
Um coração dormente,
Uma paixão: para a vida inteira.
Vem...
Vem e salva-me da saudade,
De um vazio que sinto ao não te ter,
Nos meus braços em noites despidas,
Em palavras esquecidas,
Nas memórias... que não esqueço.
Vem salvar-me...
Beija-me e ama-me,
Faz-me ser quem nunca fui,
Faz de mim do teu herói,
Adormece no meu peito,
Faz-me ser perfeito,
Em cada imperfeição minha....
Que te ama eternamente.




Comentários