Não procures mais por mim...

Não procures mais por mim...
Nas ruas em que um dia parti,
Com o coração partido pela dor,
Por amar um fantasma - de quem um dia amei.
Não procures mais por mim...
Não sou feito para viver amores doidos,
Dias perdidos em que tudo dou,
Em que nada recebo,
Guardando em silêncio... a solidão.
Não procures mais por mim...
Se não me souberes dar a mão,
Se não quiseres viver a paixão...
Se só veres em mim... toda a tua revolta.
Não procures mais por mim...
Quando quiseres ferir quem te limpa as feridas,
Quando quiseres romper com todas as minhas conquistas,
Se não for para me dares... amor.
Não procures mais por mim...
E eu peço-te que não me encontres mais,
Porque para viver coisas más...
Prefiro viver a solidão.


Comentários

Enviar um comentário