"Não irei por aí..."

Não, não irei por aí...
Por onde eu não sou eu,
Por onde as palavras choram a saudade.
Não irei! Não partirei no desconhecido,
No que não foi vivido...
E calado em sonhos - esquecidos.
Não, não irei por aí...
Por onde o sentimento é perdido,
Em que o coração adormece no querer,
Em que somos bem menos que viver.
Em que somos... a morte.
Não irei por aí...
Por onde querem que eu vá,
Por caminhos em que vivo a solidão,
Onde a paixão fica abandonada.
Desprezada.
Usada,
Pelo um medo de tentar.
Não, não irei por aí...
Por tudo o que não sou,
Por tudo o que não quero ser.
Ficarei eu por aqui e... se for,
Irei para os braços de quem amo,
Amarei com tudo aquilo que sou e...
Serei feliz.



Comentários

  1. Temos de ir pelo caminho que mais nos apraz.

    Uma boa semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas palavras.

      Um abraço e boa semana. :)

      Eliminar
  2. Tão lindo, sempre tão cheios de emoção os seus poemas.
    Boa semana
    Teresa P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, pela simpatia, Teresa.

      Um abraço e boa semana. :)

      Eliminar

Enviar um comentário