"Sempre que acreditamos..."

Vem ficar no meu abraço,
Neste meu corpo que é teu: por inteiro,
Nos sonhos que partilho contigo,
Sempre que te digo... que o amor vive em nós.
Fica na minha vida,
Para lá dos dias em que nos enlaçamos em desejos,
Em beijos rasgados que nos aquecem o coração,
Fazendo de nós a junção... de dois olhares que se fundem.
Vem viver a paixão,
A voracidade de querermos o infinito,
Um futuro repartido em sorrisos e fantasias,
Onde as utopias dão lugar à realidade,
Em que somos a verdade (o simples momento... que vivemos).
Vem para nos pertencermos,
Para nos darmos de corpo e alma,
Para perdermos a calma e vivermos sonhos,
Agarrados ao que somos, a tudo o que damos,
Sempre que acreditamos...
Que somos eternos neste amor.



Comentários

  1. Se eu tivesse o dom de escrever, poderia ter sido eu a escrever este poema para alguém especial para mim :(.
    Adorei!
    Bom final de dia
    Teresa P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito mas muito obrigado pela simpatia, Teresa.

      Um abraço e bom dia. :)

      Eliminar

Enviar um comentário