"A noite sonhada"

É na noite que vivo a saudade do teu corpo,
Junto ao meu - em confissões de um amor: tão intenso.
Hoje... sou a metade daquilo que sou (a teu lado),
Desde o momento em que segui aquele caminho,
Rumo a um destino que não me pertence, 
A um lugar... que não é meu.
A noite é quem me traz as memórias da nossa paixão,
O fogo ardente do desejo,
Sempre que nos perdemos em beijos e....
Que eu me entrego a ti - em tudo o que sou (sem qualquer medo).

Amo-te! E essa é a minha maior certeza, amar-te na eternidade,
Na vontade que agora grita por ti: neste quarto,
Nestas paredes em que do silêncio... brotam as palavras de quem te ama,
De quem não esquece quem és, de quem espera por ti...
Hoje. Sempre. Imortalmente.
Amo-te.


Comentários

  1. A tua poesia enche-me o espírito! Gosto tanto de passar por aqui e ler-te! Ainda por cima uma poesia tão repleta de sentimento e amor, tal como eu aprecio e na qual adoro perder-me.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário