"Ama-me"

Ama-me... não tenhas medo e ama-me sem qualquer protecção.
Sem qualquer receio de falhar - mesmo que o passado te tenha feito temer.
Ama-me... ama-me por aquilo que eu sou, pelo homem em que me tornei,
Quando fiz do amor o meu lar - quando ensinaste-me a amar - a amar-te.
Ama-me... e de tão pouco me importa o mundo que fica para além de nós,
De tão pouco me importa a chuva que caí lá fora, o frio de uma noite de Inverno...
Em que somos o calor dos nossos corpos, a paixão dos nossos corações.

Ama-me... que eu só te sei amar, no sonho que só sei sonhar contigo,
Nos projectos de vida, nos ideais de construir - a teu lado - uma casa com vista para o mar.
Ama-me... e fica no meu abraço, enfrentaremos tudo com aquilo que somos,
Com os segredos que confessamos - no silêncio penetrante de um momento só nosso.

Ama-me... nas manhãs em que acordamos juntos, nos nossos segredos mais profundos,
Nas nossas aventuras mais insanes - nas nossas gargalhadas sem razão.
Ama-me em beijos, beija-me - beija-me muito!´
Adormece no meu peito e contaremos as estrelas numa noite de euforia.

Ama-me por aquilo que não te consigo dar - por aquilo que me esforço a todas as horas.
Ama-me nos meus bons e nos meus maus dias.
Ama-me em fantasias porque eu...
Meu amor...
Eu só te sei amar com tudo o que sou.


Comentários

  1. Perfeito!
    Grito ao mais fundo da alma que se ama.

    Bom fim semana
    abraço

    ResponderEliminar

Enviar um comentário