"Faz-me do abraço o teu homem"

Abraça-te no meu corpo...faz de mim o teu homem,
Aquele que te protege dos teus medos - aquele que te sabe amar.
Fica na minha cama, entre os meu braços que te amparam,
Que te envolvem em sonhos tão nossos - capazes de mudar o mundo
(De quem sente tanto amor - como aquele que vimos crescer: em nós.)

Perde-te nos meus olhos...
Naqueles que nunca te negaram o que sinto,
Que nunca deturparam o sentimento - porque não minto
(Sempre que a saudade aperta e procuro o teu ser - para abraçar.)

Abraça-te... no meu corpo,
Deixa-me cuidar da tua alma, sarando feridas passadas,
Que hoje não encontram dor.
Envolve-te e devolve-me. tudo o que um dia não senti,
Tudo o que um dia não vi...
Enquanto não chegavas ao meu abraço.

Abraça-te e embaraça-te,
Marca-te e crava-te,
No peito deste homem que sempre foi e será...
TEU.



Comentários

  1. Sente-se a magia do abraço, está maravilhosamente escrito!

    Adoro... adoro...

    Uma óptima noite. :)
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado por todo o apoio e por todas as palavras.

      Um abraço :)

      Eliminar
  2. Pedacinhos de Mim,
    Saudades ! De ler a sua escrita que traduz sempre o mais belo pensamento "o amor".
    A fotografia que elegeu é consonante com as suas palavras e o vídeo escolhido de excelente gosto.

    Um prazer e um deleite a minha presença que proporcionou-me a leitura dos seus escritos.

    Agradecida por mais um belo momento impar.
    Parabéns!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas suas palavras.

      Um abraço Ana :)

      Eliminar

Enviar um comentário