"Amor Lunar"

Amar-te-ei... por toda a infinidade do meu sentir, por todo o meu viver,
Naquele em que sou teu, em que te entrego tudo aquilo que sou - tudo aquilo que tenho.
Irei amar-te, para além da morte que se irá apoderar-se do meu corpo,
Que irá matar-me a carne - deixando o meu rosto desaparecer no mundo,
Dissipar-se na memória de quem passou por aqui. E... esqueceu-me.

Amar-te-ei... por todas as horas em que o medo se apoderar de mim e...
A saudade gritar o teu nome - nas ruas em que não te encontro, em que não te tenho.
Irei amar-te, sempre que souber quem sou, o que tenho cravado no peito,
Nas recordações que guardo sem fim - sabendo que somos sempre a continuação,
De um destino que nos enlaçou na vida, que nos bombeia o coração.

Amar-te-ei...
Nas lágrimas de uma felicidade que conheci contigo, 
Em que larguei o meu porto-de-abrigo - entregando-me ao sentimento que me viu renascer.
Irei para sempre amar-te, no puro amor que só eu te sei dar,
Nas horas em que te entregas, em que nós conjugamos o cuidar,
Amando-nos para além de tudo, para a eternidade...
Que, juntos... jurámos ao luar.



Comentários

  1. Linda carta de amor!
    Todos os dias espetacular.

    Uma boa noite!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite,

      Só tenho a agradecer por todas as palavras e pela simpatia diária.

      Um abraço :)

      Eliminar
  2. Aaaaaaiiiii, que perfeito!!!
    www.escritoraadriana.com
    Uma dica pra vc: quando fores no blog de alguém, deixe lá o endereço do seu blog!
    Bjoooo*****

    ResponderEliminar
  3. Não tem de agradecer... quem tem de agradecer sou eu, pois a visita ao seu blog diariamente é dos meus melhores momentos do dia... Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só tenho mesmo a agradecer pelo estimulo que dá à minha escrita.

      Muito obrigado de resto de um bom dia :)

      Eliminar

Enviar um comentário