"Vem buscar-me..."

Preciso apenas de ti... meu amor.
Nesta cama que não aquece na tua ausência,
Na minha vida que se perde em calçadas envelhecidas -
Perdidas nas ruas escuras, desta cidade em que não te encontro.
Preciso de ti... nas minhas mãos que procuram as tuas,
Nos meus olhos que se dissipam em lágrimas, 
Que se perdem em sonhos - que sonho apenas... contigo.
Preciso do teu abraço, nesta saudade que aperta,
Que me projecta contra um turbilhão de sentidos,
Em que grito o teu nome: em silêncio...
(Esperando que ouças os batimentos fracos, do meu coração...).

Vem! E junta o teu corpo a este que é teu. Deixa-te ficar a meu lado,
Em palavras não ditas, em gestos duradouros.
Preciso de ti... na força que agora me falta,
No fado triste em que me deito, esperando alcançar-te em sonhos.

Não viverei sem ti... Certamente padecerei em tudo o que não sou,
Em tudo o que me esqueço... lembrando-me amar-te: eternamente.

Hoje, apenas, preciso de ti... meu amor.
Vem buscar-me... em sonhos, talvez...


Comentários

  1. Buscar-te-ei através da minha alma que procura a tua. <3

    ResponderEliminar
  2. Diária admiração.
    Eu posso comprovar que em sonhos sempre se alcança o sonho ...
    Boa noite.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não encontro palavras para agradecer tudo o que aqui tem deixado.

      Votos de uma boa noite :)

      Eliminar
  3. Parece-me que os sonhos são até melhores que a realidade. Eis que quando o real não ocorre - sonhemos, sim! Estava imaginando recentemente essa questão da realidade não vivida, apenas sentida! Se é que me entendes, André....um beijo...
    www.escritoraadriana.com

    ResponderEliminar

Enviar um comentário