"Se fores... eu irei contigo."

Se um dia fores... leva-me contigo,
Serei o teu porto de abrigo, o teu sonho mais real.
Se fores, não me esqueças no meio do esquecimento,
Não partas sem o meu sentimento, não vás... sem mim.

Se um dia saíres, sai pela porta para viveres livremente,
No sentimento que medra em nós (nos segredos confessados...).
Se fores não me esqueças, 
Se partires... não me partas.

Se um dia fores... vem para os meus braços,
Envolve-te no meu peito (que sempre foi teu: desde o primeiro momento...).
Se fores, vem aninhar-te em tudo o que te posso dar,
Em nada que te prometo - porque não sou pessoa de prometer.

Se fores... apenas te peço que me leves contigo,
Que nos tornes eternos em realidades tão sentidas,
Que sejamos as chegas e nunca as partidas.

Se um dia fores... eu irei contigo.



Comentários

  1. Gosto muito...
    Antes de ir ... tem de editar um livro, para ficar tudo "tatuado" :)

    Boa noite

    ResponderEliminar
  2. Sem dúvida, um texto fantástico. Algo completamente normal em ti, tens sempre trabalhos fabulosos. Eu concordo com o segundo anónimo, tens mesmo de publicar um livro :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  3. E se um dia forem, que seja para o sítio onde o amor nasce debaixo da almofada nos dias difíceis. Que carreguem sempre ternura na palma da mão :)

    ResponderEliminar
  4. Não sei o que lhe dizer. Adorei mais este poema que publicou no meu grupo "Poesias". Vou publicar no meu FB.
    Obrigada por estes momentos.
    FELICIDADES

    ResponderEliminar
  5. Se fores, irei tbm...para o lugar chamado "infinito"...rrssrsrs
    www.escritoraadriana.com

    ResponderEliminar

Enviar um comentário