"Preciso de ti..."

Preciso de ti, da tua pele que me completa no toque que nos desperta,
Que nos faz deitar em sonhos reais - partilhados em noites de amor.
(Em fulgurosos beijos que nos fazem ser um do outro: eternamente...).
Sinto a tua falta, por entre os dedos das minhas mãos que procuram as tuas,
Nos espasmos de excitação em que nos fundimos num só coração...
(Em fragmentos de promessas rasgadas, pelos olhares que se perdem em anseios...).
Preciso de ti, na cama que não aquece, no meu corpo que estremece,
Em revoltosos pensamentos - em que me entrego nas memórias mais recentes...
(Naquelas em que fomos una carne entregue ao prazer, alma sedenta de querer...).

Preciso apenas de ti... 
Entregue a este meu coração alado, a este homem que te pensa bem mais que o pensar...
Que sente cada respirar de um sentimento que medra intensamente - em vorazes batimentos
(Como aqueles que transpõem o meu corpo, procurando o teu na distância...).

Preciso de ti! Em marcas cravadas, tatuadas no meu ser tão pedinte,
Revestido de saudosos momentos, de perpétuos e pujantes contentamentos
(Levando-me à tentação dos teus chamados, dos teus encantos tão irresistíveis...).
Perco-me agora em fantasias explosivas, que incendeiam todo o meu querer,
Que me fazem desejar-te, como eu somente te desejo.
Que me fazem adjurar-te... em cada respirar em que não te tenho...



Comentários

Enviar um comentário