"Amar.te"

Amar-te... é sentir bem mais que amor,
É querer, é ter fome de infinito - sonhos reais.
Amar-te... é ser bem mais que eu, bem mais que o homem.
É revoltar o mundo, é apenas: um olhar cruzado.
Amar-te... é desejar a tua alma, almejar o teu corpo,
É escolher sempre a tua presença - no meio de tanta gente.
Amar-te... é ser infinito, é ser imperfeito,
(Gostando de o ser, gostando da complementaridade das nossas imperfeições...).

Amar-te... é a forma mais livre de liberdade,
É o arrepiar da pele, o tremer do meu próprio coração.
Amar-te... é arte expressa em beijos e abraços.
Amar-te... é a noite, o dia em que acordo a teu lado,
É a ausência de pecado - aquela que cometemos vezes sem conta.

Amar-te... é cuidar de ti, de mim, de nós,
É a voz que emana da nossa vontade, a vontade que temos de viver.
Amar-te... é reviver cada momento em que somos um só,
Em que nos fundimos em juras, em que acabamos com passadas amarguras.

Amar-te é somente isso... 
Amar-te de forma inexplicável...


Comentários

  1. Dia sim... dia sim ... mais belo!

    Noite feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado por todas as palavras.

      Tenha uma óptima noite :)

      Eliminar
    2. Excelente poema que tive o prazer de ler.
      É uma honra que faça parte do meu grupo "Poesias"
      FELICIDADES

      Eliminar
    3. Muito obrigado pelas suas palavras Maria.
      A honra é toda minha pertencer ao seu grupo.

      Um Abraço :)

      Eliminar
  2. Estou Seguindo o seu blogue.
    Parabéns.
    Amei.
    www.josemariacosta.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado José.

      Irei igualmente passar pelo seu blog :)

      Eliminar

Enviar um comentário