"Acorda a meu lado... amanhã"

Perde-te nas promessas, que não te faço.
Nos beijos que de te dou. Jurando... não partir.
Permanecendo para lá das horas, em que cais no sono.
Em que revoltas o meu peito. Bombeando, o meu coração.
Ficarei a teu lado. No cair da noite. No despir da pele.
Entregues ao desejo carnal, dos nossos sentidos.
Desnudos na vulnerabilidade de um amor, que partilhamos.
Sem medos nem anseios. (Deitados sob um mesmo: luar.)
Envolve-te na pele, que sente o toque.
No sabor que fica, em cada mordida. Que te dou... suavemente.
Desvendando segredos, tão calados.
(Que confessamos ao ouvido... um do outro.)

Deita-te a meu lado, seremos um só. Na junção dos corpos.
Que se fundem em anseios, tão fortes. (Capazes de nos tornar... insanes.)
Perpetua-te em nós. Nas artérias que pulsam a vontade, que tenho de ti.
Nas veias que clamam, a tua chegada em mim.

Hoje, dorme comigo... 
Acorda a meu lado... amanhã.


Comentários

  1. Adorei, adorei... sempre magnifico! Belo texto e bela música.
    Tenha uma noite feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, só posso agradecer as suas visitas e as suas palavras sempre simpáticas.

      Tenha um óptimo dia amanhã, cheio de sorrisos :)

      Eliminar
  2. Isto é tao perfeito, fogo :)
    Gostei da musica ^^

    ResponderEliminar
  3. Como sempre um texto fabuloso com uma escolha de música extraordinária! Um trabalho perfeito como é teu apanágio :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário