"Juro...Amar-te"

Enlaça-te nestes meus pensamentos imersos, de sonhos partilhados. Nestes em que...
Entrego o meu corpo ao teu. No eufemismo desta paixão, ardente.
Desnuda o meu peito em proveito do que és (comigo). Envolve-te no meu olhar,
Desvendando confessos desejos, que não nego...confessar-te.
Seremos a utopia alcançada de dois amantes vivos, de almas cruzas.
Num destino que se ergue na neblina que nos envolve a alma.
Em detrimento do medo que se vê dissipar, pelas mãos fortes que nos unem...
Um ao outro...

Entra no meu mundo, devora-me em beijos marcados, em segredos tão nossos,
Como as horas em que nos perdemos, nos meandros deste nosso amor...
Tão nosso.

Vem, deixa a tua marca na minha pele, em juras de amor eterno, daquele eternizado,
Em poemas escritos. À luz do teu olhar, vestido de feitiços meus.
Peço-te que não demores. Que me sacies a saudade, na presença do teu corpo.
Junto ao meu, no bater daquele coração que nos une,
Naquele ser único que somos... ao fundir-nos em amor...

ollybear:

Quiet Night // By: Oliver Shou


Comentários

  1. Bonito texto!
    Gostei do blog, sigo :)

    http://myfashionchoices1.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Lindo... "Enlaça-te nestes meus pensamentos", quem ama assim e sente a luz na sua paixão, acabará por fundir-se nesse amor! Boa sorte.

    ResponderEliminar
  3. Sempre me deleito aqui...tão encantador suas palavras. Amei <3
    www.escritoraadriana.com

    ResponderEliminar

Enviar um comentário