"Da noite"

Enlaça o teu destino no meu. Na neblina desta noite, em que chamo o teu corpo.
No bater deste coração, que se forma no fragmento das memórias.
Memórias que trazem a tua presença aos meus olhos... Em ilusionismos da alma.
Deita-te no meu peito, ouvindo o pulsar desta vida que emerge do que fui,
De tudo o que esqueci. Para dar lugar à tua chegada...
A esta vida escrita, em minimalismos de desejo. Que confesso baixo,
Ao teu ouvido. (Para que seja, este segredo, apenas nosso.)
Envolve-te no sonho que partilho contigo, no inteiro que não divido.
Nas divisões que não assumo, num amor que se quer completo.
Beija-me em silêncio, para que o sentimento não seja falado.
Para que sinta a tua presença em mim. No âmago do meu pedido...
Mais intenso.
Revolta os meus dias, na promessa de não prometeres nada. Nas juras provadas,
Nas palavras caladas. Ao confessar dos olhos, que exprimem amor.
Deita-te no meu abraço, pertencendo-me para lá da eternidade.
Esta noite fica, simplesmente, comigo. E, peço-te, acorda comigo amanhã...


Comentários

  1. Texto lindo... :)

    writtenbyjoana.blospot.pt

    ResponderEliminar
  2. Palavras para quê!!!
    Silêncio p.f. ... que se vai sonhar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenho palavras para agradecer os comentarios que vai escrevendo.

      Obrigado e uma boa noite :)

      Eliminar
  3. se há algo certo no mundo é que nunca é um desperdício tirar um tempo para vir aqui. sempre fantástico!

    ResponderEliminar
  4. Fiquei encantada com esse texto... Lindo!

    Bjxxx

    ResponderEliminar

Enviar um comentário