"Vem"

Vem, sem demora, é a hora e eu tanto te espero.
Sai de casa, estou à tua porta, o mar agita-se por ti e eu, vibro por nós.
Desce as escadas, veste um casaco e, correremos, por estas ruas estreitas.
Vem, vem agora, é a hora, e o meu coração chama por ti.
Vem a sorrir, o futuro está a vir e há uma história por viver.
Vem na simplicidade de um querer, vem apenas tu, o resto não quero saber.
Vem, viveremos este dia, faremos do futuro magia, em que nos vamos ancorar.
Vem agora, sem demora, que o meu coração devora, esta vontade de te amar.
Vem, o tempo voa, os segundos passam e o sentimento cresce,
Cresce a vontade de ter, a ânsia de querer, o ver, cresce o desejar.
Vem, silencia a minha voz num beijo que me tire o ar,
Vem agora, nesta hora, que o tempo esgota o que queremos saborear.
Vem, larga tudo, porém, não largues a tua maneira de estar,
Vem, com um sorriso verdadeiro...que faz o teu olhar brilhar.
Vem cair nos meus braços, agarrar-te ao meu corpo dormente,
Vem. Não pensaremos no amanhã porque...estaremos tão bem, a viver este presente...


Comentários

  1. Gostei imenso deste porque, de alguma forma, identifiquei-me...

    ResponderEliminar

Enviar um comentário