"Insónia"

Não me procures,
Não me procures apenas na ausência,
Na falta,
Nos outros.
Não me procures se não quiseres amor,
Fulgor,
Se não quiseres viver,
Se não quiseres comigo te perder.
Não me procures,
Naquilo que não sou, no sonho que acabou,
No sentimento que nem sabes qual será.
Não me procures,
Não me procures nas incertezas,
Não me queiras somente nas tuas horas mortas,
Não me procures onde não estou.
Não me procures,
Não me procures unicamente para te amar,
Não me procures meramente para te fazer esquecer,
Não me procures nas metades.
Quando souberes que me queres,
Sem tempos, sem intervalos, sem interrogações,
Deixa-te de ilusões,
E vem apenas me amar...



Comentários

  1. Palavras bem pintadas num quadro onde o caixilho, é de corpo inteiro!
    Gostei!

    http://diogo-mar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário