Marcas...

Marcavas-me o corpo pela tua presença, pela memória, pelo sentimento que te fazia viva em mim, em todos os segundos, em cada respirar. Vivias ancorada ao meu peito, parte integrante da minha carne, das minhas veias, do meu amar. Despertavas cada sorriso, cada olhar, fazias-me ser melhor, tornaste-me neste homem num homem de valor. Mesmo sem saberes criaste tanta mudança por este lado, vieste e entraste, ficaste, fizeste-me despertar a paixão. Nunca foste em vão e, nunca o serás, tenho a certeza. Marcavas-me, não só a memória mas a minha história, não só a minha vontade de te esperar mas todos, todos os caminhos que nos faziam encontrar. Foste destino, um destino que tão bem soube percorrer, foste início e fim, foste detentora do meu coração. Marcavas-me, marcavas-me e nem sabias disso...



Comentários

  1. Muito bonito. Gostei muito de por aqui passar. E a música completa. Adoro :)

    ResponderEliminar
  2. Intenso!! Cada pessoa que passa na nossa vida, marca-a com a sua essência, com o seu lado que mais nos cativou. Se marcou, foi porque no teu coração ela ficou. Mais um lindo texto. Tu próprio marcas com a tua forma de escrita, simples e mágica. Um boa noite. Beijinho

    ResponderEliminar
  3. E as marcas ficam... Dos dois lados com toda a certeza!
    É esta a parte boa da vida... O que fica connosco, bom ou mau, será sempre uma marca de vida e que vale a pena viver!...
    Beijinho.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário