"Desejo-te..."

Os meus olhos percorriam as letras daquele livro que me falara de amor. Percorria cada linha, cada frase em que revia um tanto de ti, em que te sentia, presente, na minha mente, no meu coração. Percorrendo o longo corredor que me levava até à sala, contava os segundos para te ver chegar, àquele lugar, àquela terra com cheiro a mar que te pertence, que nos pertence. Sentei-me naquele alpendre com vista para o horizonte acompanhado com uma chávena de chá que me aquecia o corpo, que diluía a tarde fria de um dia de Inverno e, que te fazia, permaneceres em mim, de forma presente, de forma inesquecível. Já se passaram alguns meses desde que irrompeste a minha vida, confesso que ao início sentia-te de forma estranha, desconhecendo o meu desejo, a minha vontade, o meu sentimento. Com o tempo, comecei a descortinar tudo isto, a ver que as certezas aumentaram e, a distância, não se comparava com a firmeza que tivera crescido dentro de mim. Queria-te, quero-te, na minha vida, na minha cama, no meu futuro. Não nego que te desejo com uma voracidade tal que me embate contra um rochedo que me fala de ti, contra as melodias que emanam pelo ar, que o meu corpo absorve, que a minha pele fazem arrepiar. Ficaste, entraste de forma surpreendente e aqui permaneces, aninhada nos meus mais secretos sonhos, no brilho dos meus olhos, no teu sorriso que me faz lutar. O tempo urge, urge a vontade, o desejo, a sonoridade e, no silêncio de tanto que fica por dizer, vou confessando a cada dia mais um pouco deste amor, nas letras que têm o teu nome, nas linhas que absorvem o teu cheiro, nos textos que emanam a tua pessoa, que almejam a tua chegada...


Sonhei contigo e, admito, que percorri o teu corpo com os meus lábios, a tua alma com os meus dedos, o teu sorriso com os meus braços que te envolviam de forma permanente, daquela forma que me leva ao desejo de cuidar de ti...



Comentários

  1. Também sonhei com alguém mas esqueci-me do que foi.
    Às vezes até os sonhos nos protegem.

    ResponderEliminar
  2. Há textos que sem duvida nos caem bem, este foi um deles, obrigada!

    http://epifaniasdasaudade.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Mundos guardados nas estantes, e a chave está na palma das mãos. Tão bom!

    ResponderEliminar
  4. A URGÊNCIA DO AMOR!
    ACORDA, ELE É REAL!

    ABRAÇAÇO

    http://diogo-mar.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Enviar um comentário