O teu eu vivo em mim...

Não haverão oceanos maiores que o nosso amor, tormentas que nos façam perder, que da tua mão me façam largar. Nunca irão existir as maiores montanhas debruçadas sobre os nossos dorsos, nunca existirão espectros e as melodias serão a imagem translucida de um sentimento vivido. Nunca haverá tempos perdidos, horas padecidas em que o teu brilho do olhar se dissipará, nunca existirá vazio porque esse encontrará uma casa cheia de nós, repleta de uma cor emanada de dois corações que batem em conjunto. Nunca as distâncias irão separar o que o sentimento juntou, nunca uma partida será o presságio de uma perda, nunca uma perda será o fim do caminho para os passos que damos em conjunto. São destinos e vidas traçadas, espelhadas em fragmentos escritos na humildade reluzente de dois corpos amantes. Nunca existirão amores assim, nunca as marés nos afastarão rompendo as amarras que nos prendem a este cais de rios descobertos e de areias esbranquiçadas. Enquanto houvermos nós nada morre, enquanto acreditarmos num amor que chegará, tudo terá o significado da liberdade viva em nós, dos sonhos criados no nosso imaginário, dos projectos desenhados à media luz da noite que cai, daquele em que os nossos pensamentos se encontram...


Fugimos hoje?



Comentários

  1. Tão lindo. Incrível como a cada dia que passa consegues criar um texto ainda mais apaixonante do que o anterior! :)

    xoxo

    ResponderEliminar
  2. Gostei de ler. Acho que nem sempre um rapaz tem de ler textos de raparigas. Também sabe bem ler outros rapazes. ;)

    ResponderEliminar
  3. Ainda és daqueles que não têm medo de amar, daqueles que ainda sonham com um grande amor, que sabem que por vezes é num caminho difícil que se encontra um grande amor. E aí se testa a sintonia de sentimentos entre ambas as partes, porque só duas pessoas com um amor verdadeiro em si pensam que a distância é só um detalhe quando o sentimento ultrapassa esse detalhe. Como eu digo, o amor pertence aos fortes, aos que não têm medo de amar, que juntos ultrapassam barreiras, que não procuram só o fácil, mas sim o que vale a pena. Ainda és daqueles que pensam como eu, preferem sonhar porque talvez um dia quem sabe possam voar "longe" e por isso gosto tanto dos teus textos, parabéns, não só pelos textos, mas pelo grande homem que demonstras ser ao escrevê-los. Beijinhos ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Liliana,

      Tenho a agradecer-te por estas palavras que aqui escreves. São opiniões destas que me fazem acreditar, saber que existem mulheres que preferem, da mesma forma, percorrer os caminhos mais longos, aqueles que nos dão mais verdade.
      Quanto ao tempo que se espera nada interessa comparando com a felicidade mais segura que adquirimos depois.
      Um Beijo e é sempre um gosto receber-te por estes lados :)*

      Eliminar
    2. Sem dúvida, são "aqueles que nos dão mais verdade".
      Sublinho o que dizes logo de seguida. :)
      Beijinhos:)

      Eliminar
  4. Temos de aproveitar bem esta fase. Muito obrigada :)
    O texto está lindíssimo!

    ResponderEliminar
  5. mais uma vez gostei imenso. o amor ultrapassa facilmente montanhas e tudo aquilo que encontra pela frente, os obstaculos manhosos que às vezes nos fazem baixar a cabeça.
    acredito vivamente no amor e na magia que o rodeia
    um otimo texto*
    beijinho*

    ResponderEliminar
  6. Deslumbrante o que escreves, apaixonante ... És um apaixonado por natureza. Nem todos os homens são capazes de exprimir tais sentimentos, não mostram o amor que vive em seus coração. Tu mostras, a cada dia que escreves. Sente-se mesmo que o amor rodeias as palavras e a tua paixão, o teu querer amar, vive em cada letra pela mão de alguem que as palvras sabe sentir e exprimir, tu! O amor é não é para todos os que achas que conseguem vive-lo, mas para todos quanto o conseguem agarra-lo, nao deixando que os obstaculos sejam mais fortes que a vontade de amar... Continua a sonhar, a lutar, a viver e a amar, so assim é que a vida tem sentido. Um beijinho

    ResponderEliminar

Enviar um comentário