Hoje fala-se desse Bicho que é o Amor...

Pensas que já viste o mundo mas acabas por ver que, a cada dia, descobres uma coisa nova. É este sentimento de mudança que eu gosto, é esta forma despreocupada de ver o mundo lutando pelo que se quer e esperando alcançar sem ansiedade. Gosto, gosto de ver pessoas que arriscam, pessoas que dão de si, pessoas que amam por elas mesmas e ponto final. Nunca haverá nada melhor na vida do que quando suspiramos por um outro alguém e, com isso, sentimentos uma adrenalina tal capaz de nos tirar o sono.
As grandes chamas ninguém apaga, aquelas chamas que sentimos poucas vezes na vida ou, então, apenas num momento, com uma determinada pessoa. Sejamos sinceros, todos gostam de ser conquistados mas sabem, todos temos de saber conquistar também, lutar um pouco mais.
Não me digam que têm de ser sempre os homens a dar o primeiro passo porque o que um homem gosta é de uma mulher determinada!
O grande problema dos humanos é procurarem demais e acabam por não ver o que têm perante os seus olhos. Tantas vezes há quem ama e fica calado mas, do que isso serve? Certamente de nada depois sofrem sozinhos e dizem que o amor não presta. Será que não presta? Se não tentam como dizem que não conseguem viver uma história de amor?
Outra coisa é ver a palavra amar não boca de toda a gente que nem sequer sabe o que é sentir de verdade. Não consigo ler esta banalidade que a juventude, e não só, de hoje em dia, coloca numa palavra com tanto peso como um “amo-te”.
As pessoas prendem-se demais, as pessoas tentam esquecer demais, pensam que substituir alguém é possível mas, na realidade, acabam por se frustrar a elas próprias e frustrar alguém que lhes tinha amor para dar. Se é para se viver, que se viva logo, que não se apresse as coisas mas que não se perca tempo também. Deixemos de lado diferenças, pensamentos, ideias ou formas de estar na vida, o amor passa por isso mesmo, aceitarmos aquela pessoa amando toda a bagagem que vem com ela.
Nunca deixem que o vosso tempo passe porque vocês passaram o tempo a pensar que não são capazes. Dêem sinais, escrevam, digam, olhem nos olhos de quem querem e tentem nem que seja uma vez na vida.
Correu mal? Ora seguem em frente e descobrem que a vida tem outros caminhos. Ninguém morre de amor, morre é da falta dele.
Correu bem? Então agora aproveitem, cuidem, preservem para que seja ainda melhor do que aqueles sonhos sonhados de olhos abertos.

É fácil amar, não digam que é difícil porque não é. Amar é um ensinamento que temos incutido dentro de nós, amar é algo que aprendemos por nós mesmos sabendo o que somos, para onde vamos, quem nos faz sorrir. Nunca esperem que o amor vos chegue num cavalo branco, numa princesa ou num príncipe, se querem procurar o amor, procurem primeiro em vocês e nesse dia reparam quem vos ama incondicionalmente...



Comentários

  1. Eu sou uma "pessoa que ama por ela mesma" and I'm so proud of it :)

    Gostei muito mais do texto de hoje.
    Adoro o filme de onde foi retirada a imagem (apesar de não gostar do final) e a música também :)

    ResponderEliminar
  2. Muita gente confunde os vários estágios que levam ao amar. Embora possamos enquadrá-los a todos sob diversas facetas do mesmo sentimento, o Amor, a verdade é que são diferentes. É por isso que o "viveram felizes para sempre" hoje em dia dura 6 meses, se tanto. Não tenho o direito de julgar os outros, nem é essa a minha intenção. Cada um deve viver a vida como puder, lutar para ser feliz, o mais que lhe for possível. Mas as pessoas deviam aprender a respeitar o verbo amar. Amar, como dizes não é difícil, mas é algo bem mais profundo do que as pessoas imaginam. Talvez por isso amar seja algo tão bonito e tão único. Porque quando se ama verdadeiramente, se compreende a diferença entre esse amor e todos os que tivemos antes desse!

    Um grande texto, adorei como sempre meu querido amigo!

    Votos que tenhas um excelente fim de semana! :)

    Abraço forte,
    João

    ResponderEliminar
  3. obrigada por tudo andré,
    nunca deixes de escrever!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário