São palavras...

Hoje deixo-vos algo simples. Desculpem mas a falta de tempo tem sido uma constante por estes lados. Beijos e Abraços. Sejam felizes...

Nunca olhes o teu caminho com receio, com medo de viver. Agarra-te a essa segurança, liberta-te, concentra-te, dá-te por inteiro(a), num beijo roubado, num abraço apertado ou num sorriso partilhado. Vive-te, sim, vive-te nesses estados do teu ser, permite-te viver nesse teu destino feito de oportunidades que deverás agarrar. Possibilita o teu corpo tocar o firmamento, a tua alma atingir um estado de descanso, vive cada segundo, repara em cada momento. Junta os fragmentos e vê o quão sortudo(a) és em ter o que tens, em viveres o que viveste, em aprenderes com os erros que cometeste ou com as vitórias que coleccionaste  Ouve-te, sem tempos, fecha a luz, os olhos, deixa-te ir nas melodias e sente-te a ti mesmo(a), tem uma conversa com o teu coração. Não desesperes com o que não tens, tenta conquistar, tenta conquistar-te sempre que te olhas ao espelho e te enches de coragem de arriscar. Não penses nas horas, não penses nas demoras, concentra-te no que queres, luta pelo que desejas. Na vida, tudo passa num simples segundo, tudo tem o dom de durar uma vida, são contradições contrastantes, mas nós somos mesmo assim, feitos de dualismos, copos cheios ou vazios de água. Se o amor for presente, ausente, vivido ou então esperado, olha pela janela, ouve o teu ser, tu a ti não te enganas, o que te engana são os fantasmas de um medo que nada é comparado com a vida que tens para viver...



Comentários

  1. Ah, que saudades de aqui passar! Como sempre um belo texto com um grande significado.


    beijinhos * :)

    ResponderEliminar
  2. Com garra faz-se tudo não é? :) Um beijinho vindo do coração <3

    ResponderEliminar
  3. Que bonito.
    Tens razão no que dizes no texto. Estou sempre a pensar que não tenho nada. E em muitas coisas sou mesmo uma sortuda :)


    bjinho

    ResponderEliminar
  4. Sim? Mesmo nos dias em que achamos que a luta é em vão?
    Em que chegamos ao fim estafados e pensamos "sou demasiado nova.. vou deixar de me preocupar.. vou apenas deixar rolar, ver para onde a maré me leva".
    Mesmo que nos apeteça desistir e viver meios-sonhos, deixar o sonho maior para sempre, ser sub-feliz?
    Mesmo nesses dias?
    Ser sonhador, dia sim, dia sim, cansa a alma.. cansa o coração... E ás vezes... é tão ingénuo pensar que não perdemos certas batalhas..

    ResponderEliminar
  5. Sei lá.. Hoje dei por mim a pensar por instantes.. Eu consigo ser feliz com tão pouco.
    Já caminhei tanto, cheguei tão longe.. Já conquistei tanto, reconquistei até coisas que pensei que tinha perdido...
    E depois ando sempre com o raio desta dúvida.. A sentir-me impotente..
    E acabo a questionar-me...
    Estou farta de querer sempre mais, de sentir (de)mais, de não saber, de me sentir culpada, de me sentir tão pouco amada...
    Hoje apetecia-me parar.
    Como se estivesse a fazer uma viagem muito longa e tivesse encontrado finalmente um lugar onde encontro paz. Um lugar bonito, calmo, agradável. E me apetecesse ficar.. e não continuar a lutar para chegar ao destino. Percebes isto?

    ResponderEliminar
  6. Olá :) Ando de volta ao blog e dei uma reviravolta nele.

    Acho que essa imagem diz tudo. :) Boa noite André.

    ResponderEliminar
  7. A vida é uma viagem, onde nos somos os turistas, à medida que passeamos encontramos momentos bons e menos bons, os bons sao sempre os mais desejados, mas os menos bons, tem de existir para fazermos valer os bons. Não sabemos o tempo que dura esta viagem, por isso temos e que aproveitar os segundos que nos sao dados, com quem amamos ... temos de vive-la com intensidade, de forma a deixar as nossas marcas bem marcadas no chão que todos pisam, mas que só alguns marcam... tu marcas o chão, com boas marcas, com a tua essencia de humano humilde. Muito bonito o que escreves te. Todos os dias uma nova inspiração, sempre com a base do amor e do sentimento. Beijinho de boa noite

    ResponderEliminar
  8. Nao sei se o momento passou ou se nunca existiu...
    Sei que não adianta fingir que não vejo. :)
    Há tanta coisa por viver ainda assim. A vida não se resume a isso

    ResponderEliminar

Enviar um comentário