Fogo cruzado...


Por vezes o melhor mesmo é esquecermos, esquecermo-nos de nós um pouco e deixarmo-nos guiar pelos ventos que arrastam os nossos corpos, que traçam os nossos destinos. Por vezes é bem melhor assim, esperarmos pouco, esperarmos menos do que aquilo que encontramos, nos tempos que vivemos, nas pessoas com quem nos cruzamos. Por vezes é melhor assim, sermos apenas nós, sermos fieis ao que queremos, aos sonhos que ainda vamos sonhando. É melhor assim, melhor partirmos do que esperarmos por quem nem sequer pára para ser, quem nem sequer olha sentindo. Esqueceremos então um pouco aquilo que queremos e nos deixaremos guiar pela corrente, por a corrente que enfraquece ou ganha força segundo as vontades que ainda vamos tendo, segundo as lutas que ainda vamos travando. O melhor mesmo é vivermos sem ilusões, sem receios, apenas vivendo por viver, apenas seguindo por seguir. Engraçado como hoje nem consigo acreditar naquilo que escrevo, engraçado como chega um dia em que vemos a realidade, aquela que tanto tentamos ignorar. Mas o melhor é riscar a página, mudar de livro e começar outra história. Nunca te esqueças que o nada sempre será o ponto de partida para construíres um novo tudo, o nada, desde que acreditemos em nós, pode-nos dar bem mais do que aquilo por que esperamos, bem mais do que aquilo por que um dia nos prendemos. Avança, avança porque o tempo não espera e o teu coração não vive somente da lembrança...





Comentários

  1. Escreves com coração o que torna os textos especiais. Obrigada eu :$
    Sim, tens razão no que me disseste.

    ResponderEliminar
  2. Tava sumida mais voltei viu?

    Adorei o texto, e amo essa música!!

    beijos

    ResponderEliminar
  3. mais um post magnifico sim confesso que a muito que nao vinha aqui ando um pouco distante dos meus seguidores , mas este post esta lindo é bem verdade aquilo que dizes se nao fazemos nada as coisa nao vao acontecer por acaso , mas parece que se passa alguma pareces triste ao transmitir estas palavras, espero que esteja enganada :) um beijo e nunca pares de escrever

    ResponderEliminar
  4. Tenho pena de nem sempre vir ler as palavras que deixas. É sempre bom passar por aqui :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário