Preciosismos...

Pequenos gestos formam uma grande história.
Pequenos minutos formam uma vida.
Pequenos olhares denunciam grandes amores.
Pequenos sonhos formam uma vida que segue em frente...

Hoje vive-se de pequenos instantes que, desde que sejam verdadeiros, formam uma felicidade durável, permeável à mudança, resistente a tempestades. Temos de acreditar em nós, temos de acreditar no que de melhor temos, vivendo com a humildade de um sorriso e com a paixão de um sonho. Não me falem em orgulhos, em valorizar-nos de uma forma tal que acabamos por viver sozinhos, naquele orgulho que nos deixa individuais, naquela sob valorização que afasta toda a gente. Temos de saber viver, hoje, amanhã, esta vida é tão curta, tão instável e, num sopro tudo se perde, tudo se ganha. Porque não agarrar hoje? Porque não viver hoje? As pessoas pensam de mais em vez de sentirem, as pessoas julgam de mais em vez de verem. Esse é o defeito de muita gente, esse é o defeito que muitos adoptam como forma de vida vivendo numa superioridade que nem se coaduna com a sua forma de ser feliz, com a sua forma de acreditar. Enganar-nos a nós é sobreviver na nossa vida passando ao lado da nossa história, não perdoar é, o mesmo que admitir que somos perfeitos e isso, estamos longe de ser, viver no orgulho é, de longe, o melhor caminho, para quem vive só, para quem coleciona trofeus de lata pensando ter medalhas de ouro...




Comentários

  1. "As pessoas pensam de mais em vez de sentirem, as pessoas julgam de mais em vez de verem."

    Cada dia é único, cada sentimento é especial e cada momento irrepetível! Devemos aproveitá-los como tal :)

    Adorei, mais uma vez :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. muito obrigada.
    E mais uma vez, tem aqui um texto fantástico ! Beijinho :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro a capacidade que tens de fazer tudo parecer mais fácil. *

    ResponderEliminar
  4. mereces mesmo arranjar alguém que te dê tudo o que escreves, tudo o que dizes, tudo o que falas! é tão bom ler-te!

    ResponderEliminar
  5. "Enganar-nos a nós é sobreviver na nossa vida passando ao lado da nossa história, não perdoar é, o mesmo que admitir que somos perfeitos e isso, estamos longe de ser, viver no orgulho é, de longe, o melhor caminho"
    Perdoar é uma capacidade que poucos têm, por se acharem perfeitos e orgulhosos, porque acham que nunca erraram nem nunca vão errar. Esses enganam-se e, por isso, sobrevivem. Porque saber perdoar é saber viver também.
    Mais um belo texto, parabéns!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Enviar um comentário