A prosa de um outro alguém...


Agarra com força, uma vez, de uma única vez. Segura e junta ao peito, crava no coração. Vive o amor, vive o sentimento que te faz viver, sorrindo, amando, repartindo. Faz do teu sonho o vosso sonho, faz da tua vida a vossa vida. Avança sem medos, não cries barreiras que te impeçam de seguir, não cries obstáculos que te façam cair. Não acredites no impossível, esse, somos nós que criamos, somos nós que fabricamos com os receios de errar, com a fraca força que, por vezes, parece possuirmos. Vive cada instante, ouve cada silêncio que, por vezes, diz-te bem mais do que as palavras que possam surgir. Não enganes o teu coração, não te acobardes a um viver único que não contempla a tua vontade, que não se coaduna com a tua felicidade. Sente as coisas simples da vida, fomenta alegrias, planta sentimento e colherás dias repletos de sorrisos, dias em que te perdes nas histórias da tua infância, naquelas em que na tua meninice acreditavas. Luta, luta hoje, luta sempre, vive, mas não esqueças que o que é teu é livre, que o que é verdadeiramente nosso nunca parte, ficando connosco, no sentir, no lembrar, no saudar, no amar...




Hoje não te esqueças de amar, não te esqueças de lutar, não te esqueças de sonhar, hoje, hoje não te esqueças de ficar, por um tempo, por este nosso eterno tempo...

Comentários

  1. mais um texto magnifico. não sei como ainda encontras palavras para descrever como amar :D

    ResponderEliminar
  2. Quando uma pessoa se compromete deixa de estar só e no lugar de uma pessoa passam a caber duas. E a partir daí a história é escrita pelos dois. Assim fica mais completa :)

    ResponderEliminar
  3. Texto lindo **
    tens toda a razão, ás vezes gostava de não sentir todos esses receios.

    ResponderEliminar
  4. Perfeito! Gostei mesmo muito do texto! <3

    ResponderEliminar
  5. Quanta sabedoria, adoro! Um texto motivador e cheio de conselhos preciosos, aqueles que procuramos adoptar toda uma vida.

    ResponderEliminar
  6. Vir aqui ler o que escreves é mesmo motivador. Não podemos desistir, de maneira alguma, do que mais queremos. Que lindo texto!

    ResponderEliminar
  7. <> mas que lindo André :s as tuas palavras são deverás encantadoras, e fazem-me acreditar num amor verdadeiro que não é sem duvida o amor em que vivo ...

    Adoro chegar ao meu blog e ver as tuas palavras lá, que em dão sempre tanta força para continuar a escrever, se não fosse por seguidores como tu o meu blog tinha morrido já á muito :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário