Uma carta, um só sentimento...

Procura em ti o que de mim falta, tem um monólogo com o teu coração e sente o quanto amor ele um dia possuiu. Esquece-te de ti, encontra-te nas palavras que em ti desenhei, ama a intensidade do querer, respeita a força do amar. Reinventa em ti os sonhos que ficaram esquecidos, apodera-te da tua vontade, faz de ti guerreira, faz de mim o teu herói. Toca o céu com os dedos suaves que tens, toca-me a alma com o abraço apertado, com o olhar despido de fantasias. Beijo-te a pele, toco-te no peito em que guardas as recordações deste amor, tatuagens que te percorrem o corpo, que se cravam na tua alma. Bailamos nos batimentos descompassados deste sentir, reencontramo-nos nas vielas desprovidas de cor, nos becos esquecidos de luz. Iluminaremos aquela sala, aquele refúgio dos sentidos, aquele forte em que tiramos a roupa, em que damos tudo de nós, sem pedir de mais, ganhando tudo aquilo por o que se luta. Para vivermos tal história acreditaremos em vans promessas, em despedidas que surgiram sem um adeus, em distâncias que afastam mas nunca desamaram os laços que em nós perduram. Abraço terno, sonhos sonhados de olhos abertos, fica tanto por dizer, fica uma imensidão por sentir. Corre-se em direcções opostas mas os caminhos acabam sempre por se cruzar, por nos fazer tocar, mais uma vez, vivendo de novo uma história de enamorados, uma realidade de jovens apaixonados... 





Comentários

  1. Li e reli ao som desta maravilhosa música do Yiruma e completei-me em cada palavra. Adorei :)

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada :)
    Adorei por completo *.*

    ResponderEliminar
  3. LOL foi mais dizer palavrões do que dizer o que sentia..
    Ando frustrada,apenas isso.
    E obrigada por teres gostado,eu também gosto muito do teu texto tão lindo =´)
    Já agora a música... relaciono-me tanto com ela neste momento
    :´(

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. É mesmo. Muito obrigada :)
    O mesmo te digo. É tão bom ler-te.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário