Segmento da descontinuidade...

Sentimentos inversos, fome de infinito, instantes verdadeiros e uma utopia pela frente. Fragmento de história, amor desigual, palavra dita, sentimento rasgado, tudo contemplado num viver, tudo presente num querer. Sonho infinito, lutar disperso, tudo nas mãos de quem agarrou, tudo perdido na fraca vontade de pessoas que desconhecem a realidade, que ignoram o sentimento. Força veloz de um correr, espectros de luz presentes no peito de quem os ilumina, futuro seguro, passado guardado. Aprendizagem de vida, garra de vencer, de correr por mundos ingratos, por versos gastos e por canções que reinventam o amor. Descomeço de um começo esquecido, desconhecimento do poder do sentimento, do brilho da diferença, da importância da origem. Essência de um viver, amor debotado nas folhas que caíram pelo chão, de forma tão brusca, de forma tão repentina. Passo em frente, folha nova diferente de todas aquelas rasgadas, melodia alegre, claridade nesta sala em que a luz trespassa as cortinas e banha o rosto de quem nunca se esqueceu de si, de quem nunca se entregou à igualdes de tudo, à mudança de si em prol de gostos de um outro alguém. Quem ama, ama, cada defeito, cada pormenor bom, cada erro cometido. Amar é entregar tudo o que tens, é receber o mesmo em palavras e gestos ternurentos de um beijo, de um desejo e de uma partilha comum. Faz da escuridão luz no teu olhar, cria nos fracassos oportunidades, vê no sonhos força para seguir, encontra no amor forma de vida, matem-te fiel ao que és, fomenta a tua diferença, erra e aprende, ama e agarra cada oportunidade antes que o tempo te faça amar o que perdeste...





Tenham um óptimo fim de semana e sejam FELIZES 

Comentários

  1. Oiiii, esta muito fofinho o teu texto *.*
    Gostei muito também ;D
    Mas em relação ao que tu me disseste, ambos sabemos que não é bem assim, as vezes tu não queres perder mas cada vez a relação com a outra pessoa vai mudando e ficando mais distante...:S
    E ainda bem que gostaste querido *.* ;)

    ResponderEliminar
  2. Muito, muito obrigada. E um óptimo fim-de-semana.

    ResponderEliminar
  3. Tens uma escrita completamente cativante e que prende uma pessoa até ao fim e sentir o que escreves. Está lindo. Bom fim-de-semana também para ti. Beijinho*

    ResponderEliminar
  4. É verdade! Muito obrigada.
    Gostei imenso do texto <3

    ResponderEliminar
  5. E eu a achar que já tinha ultrapassado essa fase.. oh, enfim, nada vai ficar como era, mas tenho de erguer a cabeça.
    obrigada, como sempre, e adorei o texto que aqui deixaste! bom fim de semana*

    ResponderEliminar
  6. Assim até parece, e se calhar até é, fácil ser feliz :)
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  7. uf venir aquí es como revitalizar el alma, y tranquilizar el corazón, escribes con tanta pasión,"Amar não é apoderar-se do outro para completar-se, mas se dar ao outro para o completar."
    Gracias por tu visita a mi blog, es un honor para mí.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada, os teus comentários ajudam-me sempre a ficar melhor. É sempre bom ver que alguém nos compreende (: Obrigada, beijo

    ResponderEliminar
  9. Obrigada pelo comentário.
    Mais uma vez gostei muito do que escreveste :)

    ResponderEliminar
  10. Bom dia,amigo!
    Deixei um selinho pra você no blogue.
    Com muito carinho.
    Doce beijinho de fim de semana.

    ResponderEliminar
  11. que lindo, amigo :D
    bom resto de bom fim de semana

    ResponderEliminar

Enviar um comentário