Melodia de um amor...

Saboreia aquela recordação que ficou, aquela partida que um dia chegou ao teu lar, à tua casa, ao teu coração. Enxuga as lágrimas vertidas pelo rosto, ama os mais pequenos instantes que te fazem sorrir, desperta amor e não semeeis ódios dentro de ti. Enche a mão cheia de sonhos, balança por entre as nuvens ou até mesmo os céus mais claros. Pinta a vida de todas as cores, com todos os cheiros, com os mais intermináveis sabores. Esquece-te de ti, encontra a verdadeira razão do teu caminhar, sente quando assim o é e não aprisiones o coração a um passado repleto de negrume. Mostra o que de melhor há em ti e não te deixes derrubar por uma palavra amarga, por um dizer de quem não te conhece, de quem não consegue ver o teu verdadeiro valor. Na vida é mesmo assim, há quem nos ama e quem nos desama, há quem cuida de nós e quem se esquece da nossa existência. O importante mesmo, aquilo que jamais deveremos abandonar é o que somos, como pensamos, pequenos pedaços de nós que nos fazem ser diferentes, que nos tornam bem mais humanos. Cai e erra, se o fazes é porque, certamente, vives. Não tenhas medo de ser tu, com as tuas fragilidades, com as tuas forças interiores. Agarra oportunidades e parte quando a vida te mostra que o caminho não é aquele que estas a traçar. Ergue-te sempre que te empurram para baixo e orgulha-te do que és, do que alcançaste, do que, na verdade, é fruto do teu próprio escolher, do teu mais intimo querer. Entrega-te as histórias verdadeiras, as pessoas certas, aos momentos mais fortes, vive a pulsação do olhar, o entender do silêncio, o sonhar que te faz sorrir. Não tenhas medo de mostrar o teu amor, de dizeres o quanto sentes, de provares as saudades que tens, as recordações que te fazem querer escrever tudo de novo. Na vida é mesmo assim, ou se sonha ou se morre, ou se luta ou se perde. Na vida são os pequenos instantes que formam as mais fortes viragens, o querer e ter, o fazer para ser, o orgulhar de mais uma meta traçada, de mais uma história vivenciada. Ama o que é teu, vive o que é verdadeiro, não desistas da felicidade, não partas sem vontade. Permanece, permanece fiel a ti, ao que queres, ao que construíste, aos caminhos que seguiste, porque na vida é tudo um caso de lutar, de sonhar e de amar, amar nas palavras ditas, nos gestos partilhados, nos silêncios falados...

 

 

Comentários

  1. Os teus textos estão cada vez melhores :D
    E este aqui ,está lindo e é mesmo inspirativo :)
    Gostei muito!!

    p.s-obrigada pelo teu comentário!
    Fiquei um pouco mais descansada por saber que nem todas as praxes são más.
    E espero que também eu,possa ter uma praxe tão boa quanto a que tu tiveste :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  2. ainda bem, obrigada! também gostei deste :) beijinhos

    ResponderEliminar
  3. oh, é mesmo :)) e os conselhos que aqui deste estão lindos!

    ResponderEliminar
  4. aww que querido. bem, neste ultimo post, estava me a referir á minha melhor amiga, não sei se chegas-te a entender.. s:
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  5. Obrigada... Também adorei o teu post, está o máximo, aliás, como todos os outros e com uma bela escrita. Eu sei que vale a pena em todos os aspectos, mas nem sempre temos força para isso. Tem um bom fim-de-semana também :)

    ResponderEliminar
  6. sim, o mar é dos melhores terapeutas, em segundo vem o chocolate xD
    gosto tanto dos teus textos o:
    um beijo :)

    ResponderEliminar
  7. Esse também esta muito LINDO *-*

    Obg Beijos
    bom domingo

    ResponderEliminar
  8. Nem mais! Temos de acreditar, lutar, amar... Tudo!!! :) Só assim a vida segue para a frente :)

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  9. eu bem que tento! mas comentar algo tão bem escrito é impossivel (e aqui já me torno repetitiva). Mas, a sério. É incrivel como me revejo em tantas coisas do qe escreves. NUNCA deixes de escrever estas coisinhas maravilhosas!
    Muitos beijinhoss...

    ResponderEliminar
  10. E que bom é mesmo saber isso, obrigada de coração, mesmo, André. E espero não partir, assim… mas mal acabe as férias, lá terei de ficar ausente outra vez. Beijinhos e continuação de um bom domingo.

    ResponderEliminar
  11. Como sempre , é óptimo ver os teus comentários. Alegras-me de uma maneira. A sério. É óptimo. Muito obrigada!
    Aqui está mais um texto fantástico, como sempre me habituaste. :D

    ResponderEliminar
  12. Olá meu grande amigo!
    É com alguma tristeza e arrependimento que vejo o que tenho perdido ao andar assim tão ausente deste mundo (e talvez seja por culpa minha, não sei, mas parece que o tempo foge-me das mãos como se fosse feito de ar!).
    E sabes o porquê de ficar assim ao ver que tenho perdido tanto, porque cada vez que leio os teus textos, é como se tivesse a ler uma lição. É como se cada dia que passou em que aqui não vim, tivesse perdido uma lição importante que me motiva e me ensina (tal e qual como este post!)

    Já sei que irei recordar as tuas palavras durante os próximos dias, como se fossem uma linha de orientação para a minha vida e forma de viver...

    Infelizmente terei que ficar por aqui! E espero (como tenho dito sempre), vir cá de forma mais frequente!

    Um grande abraço!

    ResponderEliminar
  13. Ola meu amigo, Pedacinhos de mim,
    primeiramente queria te dizer que não tens nada que agradecer, comento-te e sempre o farei sempre que puder, porque ler-te faz-me bem, sentes coisas que sinto, transmites palavras que me soam bem, e fazes com que me entoem vocês com sinfonias que reconheço*
    Segundo, ainda bem que gostaste do meu texto, fico inteiramnete agradecida pelas francas palavras, e sabes? SOnhar é viver.

    Sobre o teu post, bem, VIVE, é isso que queres transmitir, mas vive, vive nao te esquecendo que estou a teu lado, é isso que queres mostrar certo? se nao forte é uma interpretação, de um belo texto! mais um!
    beijinho no coração,
    pensando com arte.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário