Amor de gracejo...

Sopro fino de um vento que me arrasta por entre caminhos reais, por sonhos vividos naqueles momentos em que dedilho as teclas deste piano, em que me sento sobre o soalho desta minha casa, deste lar em que as recordações ganham vida, em que o sol trespassa por entre as cortinas brancas deste salão. Melodias ecoam por esta casa fora, e eu, eu aqui estou sentado, recordando um passado, vivendo um presente tão vivo em mim, tão vido nestas minhas veias em que corre o sangue de um novo caminhar, de um amor que me preenche o imaginário, que me segura a realidade de uma história construída, sentida, vivida em mim, em nós, naquilo que somos, naquilo que nos formamos. Simplicidade de gestos, ternura na ponta dos dedos, toco paixões, escrevo canções, canções repletas de um lutar, de um caminhar por entre caminhos que nos cruzaram, que nos fizeram ser personagens principais sem guiões, sem encenações forçadas ou palavras inacabadas. Bailamos sobre as pontas dos pés, erguemos barreiras, transpusemos fronteiras, fomos nós e isso deixou-nos despidos, despidos de tudo e entregues a este amor entrelaçado sobre as folhas primaveris deste nosso tempo, sobre o barulho de águas apressadas que passam em frente à nossa porta, à porta deste nosso refúgio. Instantes que marcam, promessas que são cumpridas, mostradas, repartidas por quem ama, por quem sente, por quem rasga sorrisos no passar das horas, no caminhar de trilhos verdadeiros e não de atalhos tempestuosos. De dois somos um, de um somos o sentir intenso de um desejo, o querer de um beijo, o recordar de um gracejo, somos alma viva em nós, pequeno fragmento de um caminho em construção, de um projecto em execução, somos amor e esse não se descreve, apenas se sente. Hoje apenas escrevo um pouco de ti, um pouco de nós, amanhã será outro dia, outro tempo, um tempo em que nos encontramos em segredo, em que nos amamos sem medo, em que vivemos um desejo e não mais uma aventura...



         

Comentários

  1. Arrepiado com as palavras deste seu post. Lindo! Sempre gosto de estar aqui... me faz muito bem. Abraço apertado.

    ResponderEliminar
  2. eu também espero que tudo lhe corra bem, tenho muito medo do que possa acontecer x:
    ó, muito obrigada. também gosto muito do teu blog precisamente por isso .. tens imenso jeito para expressares o que vai dentro de ti ! um beijinho

    ResponderEliminar
  3. Cada palavra mostra a expressão de um sentir. Cada palavra mostra a expressão do teu sentir. Gostei (:

    ***

    Obrigado pelo comentário :$

    ResponderEliminar
  4. Mas que texto lindo!!!
    As tuas palavras fazem mesmo magia,acredita :)
    É lindo ler estes teu post sobre o amor. É algo realmente bonito.
    Continua assim!!

    p.s-fico muito contente que tenha gostado do meu post. Obrigada! :)

    Beijinho*

    ResponderEliminar
  5. Fico sempre com a sensação que nada mais há para acrescentar, os teus textos são fantásticos!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. muito obrigada, de coração! um beijinho, mia stelle. :)

    ResponderEliminar
  7. E eu ao vir visitar o teu cantinho fiquei encantada com a maneira como escreves e como é obvio adorei e vou seguir-te*

    ResponderEliminar
  8. oh, que bom é saber isso! nunca deixes de escrever,as tuas palavras encantam-me*

    ResponderEliminar
  9. Mas que texto lindo! Desculpa andar tão ausente mas o meu blogue decidiu não me dar as tuas atualizações!
    Mais uma vez descreves o amor de forma tão pura que parece impossível senti-lo com tanta força! Parabéns por esse grande sentimento!

    Um beijinho *

    ResponderEliminar
  10. Opa, eu amo ver os teus comentários, juro-te! E tão bom, tão reconfortante! A sério, obrigada por tudo *

    ResponderEliminar
  11. O
    pois há coisas assim, que não dá para descrever muito bem sequer, mas dizem que tudo o que não mata torna-nos mais fortes espero que seja isso. :)
    Obrigada mesmo, beijinho e adoro o teu blog, continua :)
    p.s: sigo :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário