Irrealismos...

Encostas a cabeça sobre o meu peito, sentes a pulsação deste meu coração, deste meu amor em que os sorrisos são vida e as promessas simples factores que preferem ser vistas em atitudes. De mãos dadas cai a noite, aquela mesma, em que o calor dos nossos corpos aquece aquele nosso refúgio, aquele nosso pequeno grande mundo. Os percursos de vida foram diferentes, os caminhos tão distintos, mas aqui estamos, aqui encontramos o nosso porto de abrigo em que o amor é tão livre que não se torna obrigação mas sim uma bonita escolha que ambos tomamos, um capítulo que alimentamos com sonhos, vontades e acima de tudo lutas constantes que tão bem conhecemos, que outros desconhecem. Formamos o amor à nossa forma, conforme aquilo que nos faz mais felizes e não nos entregamos a falsas palavras e a falsos moralismos de quem pensa tudo saber mas que na realidade nem conhece o que é o amor. De pequenos instantes é feito tudo isto, de simples gestos em que damos tudo de nós, em que realmente mostramos quem somos, sem medos, sem mascaras. Entregamo-nos ao amor, aquele mesmo que alimenta almas, que sacia desejos e que forma os mais lindos fados que se cantam e que têm o dom de arrepiar a pele. Vive-se de esse sentimento, de sorrisos e de saudades, daquelas mesmas saudades que só existem quando o sentimento é verdadeiro e não cabe apenas no coração escorrendo pelo rosto, transparecendo pelas mãos que procuram as outras. Das palavras surgem os sonhos, os projectos, os sentimentos mas, todos eles, só são reais quando vividos, sentidos, lutados e isso nem todos o conseguem fazer. Vemos constantemente palavras largadas ao vento sem dono, vemos palavras tão lindas como um Amo-te entregues à banalidade de quem nem sabe o que tanto significa, vamos amores esquecidos mesmo antes de ser vividos e vemos que por vezes quem sente sofre e quem procura não segue os caminhos mais verdadeiros seguindo por atalhos, aqueles mesmos em que as pessoas não passam de bonecos insufláveis que acabam por perder o brilho com o passar dos dias e das horas que demoram mas que têm o dom de mostrar o que o corpo e a mentalidade tenta prender...



Comentários

  1. Muito lindo o texto. Revigora uma parte em mim em que insisto em acreditar que o amor não é pra sempre...

    Beijo.

    ResponderEliminar
  2. que palavras tao reconfortantes as tuas *

    ResponderEliminar
  3. É isso mesmo que irei fazer. Mais uma vez, obrigada pelas palavras.
    Parece que sabes sempre dizer as palavras certas no momento certo.
    Sim, já aparece. Thank you. Beijo.

    ResponderEliminar
  4. voltaste a ser quem eras para mim, obrigada c:

    ResponderEliminar
  5. Espero que continues a ler-me, então. Assim como eu farei contigo! :*

    ResponderEliminar
  6. Tão lindo :´)
    Ai como dá para sentir este sentimento tão grande,este amor tão verdadeiro neste teu texto.
    Mais um texto magnífico,a sério :)

    beijinho*

    p.s-muito,muito obrigada pelo teu comentário!
    Sabe sempre tão bem receber comentários teus :´)

    ResponderEliminar
  7. Acho que o coração acaba sempre por falar mais alto (:

    ResponderEliminar
  8. também creio que sim, que com esforço tudo se consegue e por isso a partir de amanha vou começar a estudar afincadamente :D se chegar a Julho e tiver as cadeiras todas feitas eu juro, juro, que venho ao teu espacinho dizer-te em primeira mão .
    obrigada por seres tão querido *

    ResponderEliminar
  9. eu confesso que era assim até há uns meses. mas depois reparei que não é o passado que delineia o meu caminho. esse, está nas mãos do destino, e não pode ser levado pelo passado, que são apenas "recuerdos". :)

    ResponderEliminar
  10. Fiquei muito contente com as palavras que me deixaste e olha, estou imensamente revoltado. Depois de ter descoberto mais não sei quantos blogs de plágio. E estou cansada de tudo isto e estou a pensar se deixo tudo isto ou não. Quanto ao que li aqui em cima, está maravilhoso, delicio-me sempre com as tuas palavras Obrigada e boa noite! Bjs

    ResponderEliminar
  11. oh, é verdade...mas cansa muito o coração essas alternâncias! obrigada de novo <3

    ResponderEliminar
  12. vou fazê-lo, obrigada pelas lindas palavras, obrigada mesmo.
    ainda bem ;) também te sigo! :P

    ResponderEliminar
  13. as palavras que escreves nestes texto fazem-me perder em pensamentos,a forma como descreves as coisas é magnifica, é difícil de explicar porque só quem lê e adora escrever vai perceber o que quero dizer. tu exprimes os teus pensamento e sentimentos de uma forma única, adoro mesmo

    ResponderEliminar
  14. lindo, adorei a forma como te expressas-te neste texto...

    ResponderEliminar
  15. Como estava com saudade daqui!!! Nossa... palavras, como sempre, magnéticas!!!! Abraço apertado em vc meu amigo! Voltei pra ficar de vez agora!

    ResponderEliminar
  16. já pensaste em escrever um livro? :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário