Criar de uma vida

Sorri a cada palavra dita, brilha, brilha bastante nos sonhos que sonhas e nos poemas que lês. Vive a paixão, vive amor, ama e desiste sempre que vês que não estas a ser feliz. A vida é uma, apenas uma que te faz fortalecer nas quedas e sara-te as feridas de um amor perdido, de um sonho irrealizável. Perdoa e pede perdão, volta atrás sempre que o coração te pede mais uma oportunidade, fecha portas mas abre janelas, respira e mergulha numa história que sintas que seja feliz, que sintas que seja tudo o que sempre projectaste na tua vida. Corre, luta, nunca te esqueças de lutar porque sem a mesma jamais conseguirás chegar ao que queres. Aprende a perder mas nunca te esqueças de ganhar, nem sempre se pode ter o que tanto se deseja, mas quem diz que algo é impossível? Levanta-te a cada dia, não fiques na cama à espera que as horas passem, vive nas horas dos tempos passados e guarda recordações para possuíres, desta forma, uma história e não apenas uma efemeridade. Diz a quem amas, mostra que sentes, não tenhas vergonha, amar é natural e só ama quem vive na verdade de um desejo e de um sonho que se torna impossível de controlar, que é indomável. Arrisca, não estagnes a tua própria vida, mostra o que sentes, vive as palavras como simples fados alegres e não como sombras nebulosas que te impedem de ser feliz. Não te tranques no quarto, abre-te para a vida, combate nas batalhas para chegares ao teu amor, não desistas mesmo sem antes tentares, não aprisiones um amor se o sentes dentro de ti...~


Procura sempre encontrar quem te faz feliz, quem te faça sorrir, quem te encha de um sentimento que parece nem ser real. Esquece a aparência, esquece o cabelo esticado e as curvas bem contornadas. Vive cada som, cada gargalhada, cada sorriso verdadeiro e cada momento em que parece nada mais existir. Abandona o que a pessoa representa para os outros, esquece-te dos rapazes que andam atrás dela, perde-te no meio da sua verdade e não na dos outros. Respeita as suas vontades, critica as suas falhas, descobre o verdadeiro sentimento que está presente e deixa-te guiar por o que a pessoa é e não por o que tenta transparecer. Parece difícil, até mesmo impossível mas, na verdade, não te guias pela aparência que se revela um vazio de tudo e entregas-te a algo que sabes que na verdade te faz feliz. Defeitos toda a gente tem, complexos todos acabam por sentir mas, mais vale viver com defeitos no corpo do que com a futilidade de se julgarem perfeitas onde apenas aparece o exterior esquecendo tudo o resto que afinal é o que faz a pessoa e não o que a torna vazia...


Comentários

  1. oh obrigada, obrigada por essas palavras mais belas andre *

    ResponderEliminar
  2. Nunca sei como te agradecer. Nunca. Mil vezes obrigada, beijinhos

    ResponderEliminar
  3. gostei imenso, acho que escreves bastante bem e com muito sentimento, acho que já te tinha dito isto algumas vezes. :) mas confesso que este me tocou em especial. continua a escrever, beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Cada vez mais encantado com suas palavras... é como esperar um sopro perfumado do vento ou um abraço carinhoso! Seu fã incondicional!!!

    ResponderEliminar
  5. Boa noite André,

    Estás a caminhar a passos largos para a vitória, que queremos, que seja final.
    Pareces Freud, com o incentivo, que deixas para os outros neste texto.
    Amar as aparências é ilusão falsa.

    O CORAÇÃO É QUE VALE, É QUE CONTA.

    Beijinhos e abraços de luz.

    ResponderEliminar
  6. Só consigo "dizer" duas coisas:
    1º no iniciu do texto, disseste desistir sempre que algo não nos está a fazer feliz... Por vezes (e falo um pouco por mim), não é taõ fácil desistir de algo que gostamos imenso e que não nos traz felicidade e só nos traz sofrimento... Mas confesso que é algo que se deve ter sempre em mente e ser relembrado, perante a vida!
    2º Parece que este texto foi escrito "por encomenda" para mim, como uma forma de concelho e apoio!
    Eu sei que não o foi, mas nem imaginas a forma como se encaixa na minha vida... (só explicando todos os pormenores que são mesmo muitos!)

    Gostei muito deste texto à semelhança de todos os outros que tenho lido e comentado!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário