Finalmente a mudança...

Construi o sonho de uma história repleta de um vazio que quase me sufocou. Olhava para o relógio e as horas passavam por o meu corpo deixando as escaras que tão dificilmente me mantinham vivo. O coração parecia destroçado, entregue a um desistir que eu ia alimentando como refúgio para as minhas mágoas e para as minhas próprias frustrações. Foi apenas naquele dia, naquela manhã em que o arrependimento foi maior que vi que afinal era eu que construía o meu futuro mais feliz e não tu, nem as réstias de uma saudade que permanecia tão agarrada e viva em mim. Pensei em mudar, em fugir, em partir e esquecer para sempre mesmo que esse sempre significasse mais tempo, mais horas de uma dor que teimava em resistir a um pedido da razão, daquela que por vezes ignorei. Sei que agora é um caminho bem mais adulto, despido daquelas fantasias que me alimentavam e ao mesmo tempo estagnavam num momento que nem eu próprio consigo mais sentir. Ainda bem que o destino por vezes aparece e altera tudo, muda pessoas, muda sentimentos mas acima disso muda os projectos e a vontade de lutar por algo só nosso, por mais uma forma de vida que não contemple o que no fim de contas pertence a um passado, esquecido mas não apagado. Os arrependimentos permanecem sempre e o que seria de mim sem eles? Hoje não seria ninguém, não distinguiria o que quero daquilo que verdadeiramente me faz falta, aquilo que se coaduna comigo mesmo, com o que fui sentindo e não copiando dos outros. Posso não ser ninguém, posso até passar na rua como outra pessoa mas no fim sei o que sonho, o amor que tenho e isso torna-me diferente aos olhos daqueles que conseguem ver a diferença e não perdem tempo com representações forçadas de sorriso mascarados ou até mesmo de palavras repetidas, tão iguais que já se sabe o que vai vir a seguir a um ponto final. Finalmente sou aquilo que sempre quis, um lutador que luta pelas suas causas, que pensa em si nunca esquecendo os outros, que acredita no amor mesmo que este teime em fugir das mãos mas o que mais orgulho me dá é saber que se saíste do meu destino é porque certamente nunca serias a felicidade dos meus olhos nem a princesa do meu conto feliz. Que chegue a nova história porque a esta, já rasguei as paginas que um dia escrevi com tanta vontade de acreditar em quem no final foi e sempre será uma mentira...

Comentários

  1. obrigada :) continua a escrever, estou a seguir , beijinho

    ResponderEliminar
  2. "Finalmente sou aquilo que sempre quis, um lutador que luta pelas suas causas, que pensa em si nunca esquecendo os outros, que acredita no amor mesmo que este teime em fugir das mãos "
    sinceramente? este texto está de mais*

    ResponderEliminar
  3. ás vezes demora um pouco a aparecer. mas aparecerá em breve, actualiza a página.
    eu gosto muito de ler os teus desabafos sim :) e continuarei a lê-los sempre que possível. obrigada :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário