É o que nunca foi, verdadeiro...

Tudo ficou perdido, o amor, as saudades, os olhares e até mesmo as palavras guardadas por alguém que verdadeiramente te amou. Perdeu-se assim aquilo que agora desvanece no meio das recordações de uma despedida que nem existiu e da vontade de me desamarrar de tudo aquilo que um dia chamei de amor. Foi assim o fim do princípio que agora construo com os sonhos sonhados e a vontade de ser o que sempre quis, livre de sentimentos mas da mesma forma agarrado a eles como forma de vida, como caminho da minha própria vida. Não me arrependo do que foi feito, do que foi dito e até mesmo do que um dia ficou por fazer pois há coisas que só acontecem uma vez na vida, há amores que só surgem em momentos inesperados e há despedidas por mais que sejam dolorosas são o melhor caminho a seguir. O amor não se perde apenas transforma-se na sua simplicidade e na sua forma...

Comentários

  1. Era bom que essas pessoas soubessem disso :)

    ResponderEliminar
  2. Outro texto perfeito, rapaz nunca pensaste escrever um livro ? oh obrigada andré, gosto imenso das tuas palavras no meu blog *

    ResponderEliminar
  3. sao sim andré, devias pensar em escrever um livro, a serio, eu e que agradeço por passares no meu cantinho *

    ResponderEliminar
  4. Curtindo d+ teu blog... mto bom mesmo! Abração!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário