Momento...

Tento entender este meu amor, esta minha forma de viver e encarar a vida através do coração, do que ele me dá sempre que os dias são claros e as almas despem-se para uma história que por momentos parece durar para toda a eternidade. Rasgo a capa de um sonhador e apenas me entrego às lembranças de um viver tão real, de um sentir que vai muito para além das palavras que percorrem estes meus textos que são o espelho daquilo que um dia idealizei como amor, algo sofrido, algo doloroso mas que no fim de contas é aquele sentimento que nos permite sermos felizes, em cada gesto, em cada altura, em cada pequena coisa que se torna uma razão de viver. São a poesia de uma vida, são os olhares de uma criança que pede a atenção de um personagem encantado, de um herói que lhe pegue na mão e arraste para um mundo de fantasia em que a maldade é esquecida à porta e o amor é o pano principal para cada capítulo, para cada percurso percorrido. Felizmente aprendi a sonhar, a sentir e disso orgulho-me, certamente irei-me orgulhar sempre, desta minha vida em que o sentimento nunca é esquecido por mais que o coração pareça se perder pela desilusão de uma irrealidade ou até mesmo por uma dor que teima em permanecer ancorada a este corpo que não o consegue libertar, porque caso o fizesse acabaria por se matar a si próprio, por me matar. Percorro os caminhos que já um dia percorri, porque quem diz que o tempo não volta atrás engana-se, podemos pegar nos caminhos que um dia percorremos, voltamos às origens e reconstruímos a nossa própria história novamente, pedra sobre pedra, excluindo dela os que apenas queremos esquecer e agarrando o que neste momento queremos, o que acreditamos que faça parte de nós, do nosso futuro que temos pela frente. Todos nós não temos o poder de adivinhar um final feliz, mas temos a capacidade de o construir sempre que percorremos mais um passo na nossa vida em direcção aquilo que ainda vamos conseguindo sonhar...

Comentários

  1. Não omitas o amor que sentes dentro de ti, é belo, quase que perfeito. Mas aprende também a dar vida àquilo que te rodeia, colocar felicidade naquilo que vês, tocas e sentes. Sonhar é tão bom que em sonhos é perfeitamente visível ser-se feliz. - Ando sem fazer sentido.

    « Todos nós não temos o poder de adivinhar um final feliz, mas temos a capacidade de o construir sempre que percorremos mais um passo na nossa vida em direcção aquilo que ainda vamos conseguindo sonhar...» - Perfeito!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário