Sentidos trocados...

Nesta simples história aparece tudo assim, nu, numa naturalidade típica dos sentimentos verdadeiros e característica de quem apenas sabe sentir desta forma. Nesta história apenas apareces tu porque na realidade és verdadeira na tua simplicidade de amar, na tua capacidade ainda de sonhares por mais que a vida te prenda as assas., nos simples sorrisos que esboças e que aquecem o coração da pessoa com a mais rija pedra. É tudo diferente e é nessa mesma diferença que sai quem apenas sabe amar, largar as armas, baixar as barreiras e entregar-se de forma plena, arriscando o coração, dando a vida. O mundo quer pessoas assim, porque todo o resto apenas acaba por prender quem na verdade quer ser feliz, acaba por afastar os verdadeiros amores e faz cometer os mais atrozes enganos, aqueles que tentamos apagar mas que ficam agarrados a uma memória que prima pela sua independência face a um coração que gostaria de separar tudo o que quer e aquilo que apenas deveria desvanecer-se pelo passar do tempo, pelo reavivar de uma nova forma de viver e sentir o amor. Não sei se tudo mudará, não sei se os lábios tocarão um no outro no momento em que os corações apenas chamam um pouco de amor para o seu interior, para a sua sala, tão vazia, tão cheia de ar. Tudo muda, tudo acaba por alterar-se e feliz ou infelizmente os amores vão e vêem e apenas permanecem aqueles que um dia mostraram-se bem mais do que uma simples atracção e um engano do pensar face ao coração…

Comentários

Enviar um comentário