Felicidade...

Despido, desnudado de uma vida diferente, entregue ao real, vivendo mais uma realidade vivida, sentida sem ilusões e sem medo de amar. Fala-se de tudo, vive-se um nada, recorre-se a uma previsão e acaba-se por cair numa incerteza que o futuro nos entrega. Hoje bate pouco, amanhã poderá bater com mais intensidade mas nestes momentos apenas quer repouso, apenas quer ser feliz à sua maneira, sem procurar, sem lutar apenas com a certeza que um dia irá ser feliz...

Comentários